Mostrando postagens com marcador Phytoervas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Phytoervas. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Resenha | Shampoo Controle de Oleosidade da Phytoervas



Tenho a raiz do cabelo oleosa, cabelo escorrido na testa e ainda costumo sair da academia com a cabeça encharcada de suor. Apesar disso, as pontas do cabelo são um pouco ressecadas e encontrar um shampoo que limpe bem o cabelo, controle a oleosidade por mais de um dia, não resseque muito as pontas e seja acessível é um desafio. 

Eu também procuro ser adepta da técnica de "Low Poo", que é tentar usar produtos isentos de sulfatos, petrolatos e silicones insolúveis em água. Este shampoo de gengibre da Phytoervas se enquadra nesses requisitos: ele não tem sal, sulfatos, corantes, parabenos, petrolatos e silicone insolúvel em água.

Na composição do shampoo contém: 

- extratos de gengibre, menta, alecrim, limão e sálvia (responsáveis pela limpeza do couro cabeludo, ajudando a controlar a oleosidade)
- cereais integrais de trigo, quinoa e linhaça (responsáveis para potencializar a nutrição e restauração do cabelo)

A fragrância predominante dele é de menta e alecrim. A textura é bem viscosa e ele é transparente. 

Para lavar, uso pouco mais de um tamanho de uma moeda de 1 real e eu percebo que rende bastante. Repito o processo 1x. Apesar de não conter sulfato, ele faz bastante espuma. Eu também sinto que a menta e o alecrim agem no couro cabeludo aumentando a sensação de refrescância e estimulando a circulação sanguínea. Esse efeito é muito agradável, principalmente no calor e usando água mais fria (por que esse outono não chega nunca?). 

Depois de seco, sinto o cabelo "esvoaçante" (HAHA) e brilhoso. Apesar de não ressecar excessivamente como um shampoo normal para cabelos oleosos, percebo que se eu não aplicar uma máscara ou um bom condicionador, as pontinhas ficam um pouco ressecadas. Outra coisa que eu faço é aplicar esse shampoo na primeira lavagem e um shampoo mais hidratante na segunda lavagem. Também não dispenso um leave in nas pontas. Dessa forma, o cabelo fica hidratado e maleável.

Pelo menos em mim, depois de umas 2 ou 3 semanas de uso, ele controlou melhor a oleosidade da raiz do cabelo por mais de um dia, mas volta a ficar oleoso após 2 dias sem lavar.

Em comparação ao shampoo anti-resíduos da Phytoervas (falei dele aqui), percebo que o anti-resíduos resseca menos o cabelo, mas não segura a oleosidade por mais de um dia como esse conseguiu controlar.

A Phytoervas não testa em animais e indica no rótulo quando o produto não contém ingredientes de origem animal:


Ingredientes: Aqua, Sodium Lauroyl Methyl Isethionate, Cocamidopropyl Betaine, Glycerin, Sorbeth-450 Tristearate, PEG-9 Cocoate, PEG-32 Distearate, PEG-175 Distearate, PEG-8 PG-Coco-Glucoside Dimethicone, Achillea Millefolium Extract, Zizyphus Joazeiro Bark Extract, Citrus Limon Fruit Extract, Salvia Officinalis Leaf Rxtract, Mentha Arvensis Leaf Extract, Rosmarinus Officinalis Leaf Extract, Quillaja Saponaria Bark Extract, Butylene Glycol, Allium Sativum Bulb Extract, Silanediol Salicylate, Triethanolamine, Polysilicone-3, Zingiber Officinale Root Extract, Guar Hydroxypropyltrimonium Chloride, Triticum Aestivum Germ Extract, Linum Usitatissimum Sees Extract, Chenopodium Quinoa Seed Extract, Disodium Edta, Citric Acid, Methylchloroisothiazolinone, Methylisothiazolinone, Parfum.


O shampoo custou cerca de R$15 e pode ser encontrado em supermercados, perfumarias ou em lojas virtuais como Ikesaki. Lojas Rede etc.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Cosméticos veganos vendidos em farmácia. Parte 2 - Protetor solar

Continuando a sequência de posts (a parte 1 sobre produtos para cabelos aqui), hoje mostrarei algumas opções de proteção solar encontrados facilmente em farmácias e/ou perfumarias.

1. Adcos 




O pó compacto da foto não possui nenhum ingrediente suspeito. Apesar da resposta vaga do SAC, recomendo dar uma conferida na composição: 

Serviço de Atendimento ao Cliente <sac@adcos.com.br>

Sra Eliana,
Boa Tarde!

Quanto a sua manifestação, informamos que os nossos filtros não possuem. Todos os componentes ou são sintéticos ou vegetais.

Att,
Elisangela
http://www.adcos.com.br/


2. Ada Tina



Nas embalagens consta a informação de que não testam em animais. A empresa também não possui uma empresa mãe que testa em animais. No site há a informação: 

"TERCEIRO PRINCÍPIO: "RESPEITO AOS ANIMAIS" Os produtos ADA TINA® não são testados em animais e as matérias-primas utilizadas não são obtidas de fontes animais ou por qualquer processo que envolva o sofrimento de animais."

Resposta do SAC:

Fizemos uma análise de toda linha da ADA TINA e encontramos apenas dois produtos com ingredientes de origem animal.

Segue abaixo os produtos e os respectivos componentes:

Protetor Solar Normalize FT Compatto FPS 60:
- Cera Alba (cera de abelha)

Redukine AD:
- Lactose
- Lactis Proteinum (proteína do leite)


Ressalta-se que para produção destes ingredientes, os animais não foram submetidos a qualquer tipo de maus tratos.

Agradecemos o contato e me coloco à disposição para prestar quaisquer esclarecimentos.

Atenciosamente,
Atendimento ao Consumidor ADA TINA

http://www.adatina.com

3. Payot NÃO É MAIS CRUELTY FREE!

A Payot só utiliza os seguintes ingredientes de origem animal: cera de abelha, lanolina e carmine. Resposta do SAC: 

"Dear Eliana Castro

Thank you very much for your interest in our company and our products.

This is the response from our laboratories to your questions in our site.

We LABORATOIRE Dr N.G. PAYOT, certify that our products are in accordance with the European Cosmetics Regulation 1223-2009.

Our products are not tested on animals in accordance with it, either by us or by a third part.

Moreover, we certify that all ingredients included in the formulas have not been tested on animals.

The only ingredients that are from animal origin in our products are beeswax, lanolin and carmine.

LABORATOIRE Dr N.G. PAYOT has a parent company, whose policy must comply with the European Cosmetics Regulation 1223-2009 applicable to all cosmetic in Europe, this means that we do not test on animals.


Best Regards,

Olga MATTOS
Administrative Assistant
KOSTA ENTERPRISES DBA PAYOT
10800 NW 21 Street Suite 140 | Miami, FL 33172
Tel. 1 888 637 8540 | 1 786 431 2030
Fax 786 513 0382
e-mail: olga@kostaenterprises.com

4. Phytoervas

5. Sol de Janeiro


A marca Sol de Janeiro pertence à Granado e a maioria dos produtos são veganos. Apenas o protetor labial e o protetor solar para tatuagem possuem ingredientes de origem animal. O protetor labial com FPS 8 da Granado é vegano.

http://www.soldejaneiro.com.br/