Mostrando postagens com marcador Bioessência. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bioessência. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Meus óleos essenciais preferidos e dicas de uso


Há alguns anos, buscando por alternativas veganas aos ativos cosméticos para acne de empresas que testam em animais, encontrei pesquisas sobre os óleos essenciais. Os óleos essenciais são, segundo a especialista Samia (no livro "Aromaterapia uma Abordagem Sistêmica"):
"...substâncias complexas, de poder volátil e fragrância variável, proveniente de folhas, flores, talos, caule, haste, pecíolo, casca, raízes ou outro elemento, produzidos por praticamente todas as plantas, em especial pelas Lauraceaes, Mirtáceas, Labiadas, Rutáceas, Umbelíferas, etc., constituídos por centenas de substâncias químicas, como Álcool, Aldeídos, Esteres, Fenóis e Hidrocarbonetos. Os óleos são encontrados em várias plantas na forma de pequenas gotas entre as células, onde agem como hormônios, reguladores e catalisadores. Parece que seu papel é o de ajudar a planta a se adaptar ao meio ambiente, por isso sua produção aumenta conforme o estresse."
Embora não hajam muitas evidências científicas quanto aos inúmeros efeitos prometidos pelos livros de aromaterapia, existem vários estudos que indicam os benefícios dos óleos essenciais usados em cosméticos e como sendo ótimas ferramentas de relaxamento de ansiedade e redução de stress. Uma breve revisão no Pubmed, por exemplo, indica vários artigos sobre os efeitos do óleo essencial de tea tree na melhoria da acne devido às suas propriedades anti-inflamatórias e anti-sépticas: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=tea+tree+essential+oil ou sobre os efeitos na redução de ansiedade pela inalação do óleo essencial de bergamota: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/?term=bergamot+essential+oil.

Os OE são partes de plantas ou ervas muito concentradas, o que significa que eles contêm propriedades extremamente potentes e uma quantidade enorme de ervas ou chás equivalem aos benefícios contidos em uma única gota de óleo. Por outro lado, por esse motivo é preciso cuidado ao usar. Grávidas, crianças, pessoas hipertensas, alérgicas e com problemas de saúde devem consultar um médico antes de usar. Além disso, com exceção do óleo essencial de lavanda e tea tree, a maioria deles não pode ser usado diretamente na pele e precisam ser diluídos em óleos vegetais, cremes ou água. Não sou médica, não tenho a intenção de fazer indicações para cura de doenças e o post reflete as minhas experiências pessoais com óleos essenciais e como tem me ajudado. Espero que essas informações também possam ser úteis para outras pessoas.

Mantenho os vidrinhos em uma caixa fechada, para protegê-los contra oxidação da umidade e exposição solar.

Eu não tive a oportunidade de experimentar muitos óleos essenciais (tenho muita vontade de comprar o de baunilha, de bergamota e o de cacau), mas dos que eu já usei, esses são os meus preferidos:


TEA TREE (Melaleuca)


Ele é um OE curinga "anti-tudo", pode ser usado para tratamento de acne, oleosidade da pele, micoses, desodorantes, limpeza da casa etc. A forma como eu mais utilizo é em tônico adstringente (receita que eu uso há quase 3 anos e não troco por nada: aqui), em escalda pés, misturado no desodorante (receita aqui) e borrifado em sapatos. 

O tea tree (Melaleuca alternifolia) é especialmente indicado para peles oleosas e/ou acneicas em concentrações de 5 a 10%. Vários estudos científicos indicaram o tea tree como uma alternativa ao benzoyl peroxide (um ácido eficaz contra acne). Alguns estudos a respeito das propriedades do OE de tea tree na pele são: esse, esse, esseesse. Uma das vantagens é que o tea tree não provoca os efeitos colaterais que esses ácidos geralmente provocam (irritação, vermelhidão, descamação e ressecamento excessivo da pele). É uma alternativa mais natural e cruelty free (infelizmente esses ácidos em gel para acne são medicamentos e pertencem à laboratórios que testam em animais). Acho válido investir em alternativas naturais - e muitas delas são eficazes - quando se quer evitar cosméticos não-veganos.


LAVANDA/LAVANDIM


O lavandim é uma versão mais barata da lavanda, preservando as propriedades e com algumas diferenças do aroma. Eu não uso OE de lavanda ou lavandim no rosto porque pode irritar a pele e até causar hiperpigmentação em contato com o sol (existem várias controvérsias e aqui). Além disso, não existem comprovações de que a lavanda seja benéfica para a pele. Como o perfume da lavanda e do lavandim são muito agradáveis e relaxantes, utilizo algumas gotinhas no aromatizador elétrico, para perfumar o quarto e roupas de camas, em escalda-pés, no shampoo e condicionador etc. 

Em uma bacia de aproximadamente 1 litro de água morna, acrescento cerca de 10 gotas de OE de lavanda (ou lavandim). 

No lugar do amaciante de roupas de cama, diluo 10 a 15 gotas em vinagre. O cheiro do vinagre evapora ao secar e o de lavanda fica bem suave.

Para perfumar o cabelo, diluo algumas gotinhas no leave in ou no shampoo.


GERÂNIO


Na minha opinião, o gerânio é o óleo essencial com o aroma mais agradável de todos. Ele é doce, floral e lembra o óleo essencial de rosa, mas um pouco mais herbal. Tenho a impressão de que ele é um aroma calmante e confortante. Não sei explicar, mas me dá uma sensação de bem-estar. Já se sabe que ele possui propriedades relaxantes pela inalação, especialmente durante a TPM e, para mim, é mais eficaz que a lavanda. 

Eu gosto de pingar 2 gotinhas dele no aromatizador elétrico à noite. O quarto fica com um perfume maravilhoso. 


HORTELÃ-PIMENTA


O óleo de hortelã também atua como estimulante e refrescante. Ele dá uma acordada e o cheirinho de menta é delicioso! Ao ser aplicado na pele diluído, ele causa uma sensação de frio, por isso é ótimo no calor.

Quando tenho dor de cabeça pouco intensa, aplico 1 gotinha nas têmporas e faço uma leve massagem. Ajuda a anestesiar a dor momentaneamente. 

Apesar de poder ser irritante para a pele do rosto, sinto que a presença do óleo essencial de hortelã-pimenta faz uma diferença enorme no meu tônico adstringente no sentido de diminuir a oleosidade e evitar o aparecimento de cravos e espinhas, acredito que seja por estimular a circulação sanguínea. É preciso usar protetor solar após o uso se for expor ao sol.

Sempre que eu quero refrescar no calor, misturo algumas gotas de OE de hortelã: no shampoo, no sabonete líquido, no tônico facial, em escalda-pés etc.


LIMÃO SICILIANO


O aroma cítrico do limão siciliano é delicioso, refrescante, melhora o humor e o ânimo. É ótimo para usar no banho de manhã. Uso no esfoliante corporal junto com o OE de grapefruit. Misturo 1/2 xícara de óleo vegetal (ex. coco) e 1/2  xícara de açúcar ou pó de café com 5 gotas de OE de limão siciliano e 5 gotas de grapefruit.


ALECRIM


O alecrim é ótimo para tratar o cabelo e para estimular a circulação no couro cabeludo, o que incentiva o crescimento capilar. Ele age desobstruindo os folículos e tem ação anti-fúngica/anti-bacteriana. Pode ser irritante se usado na pele. Minha pele por exemplo fica toda vermelha quando uso algum produto facial contendo OE de alecrim.

A cada 15 ml de shampoo sem sulfato (uso o da Phytoervas ou o de copaíba da Riquezas da Terra), diluo 5 gotas de alecrim e faço massagem no couro cabeludo. É útil também em ação com óleos vegetais na umectação: misturo aproximadamente 1 colher de sopa de óleo vegetal e algumas gotas de OE de alecrim no couro cabeludo, sempre fazendo massagem.

EUCALIPTO


O Eucalipto Citriodora possui aroma de sauna/banheiro de clube e o Eucalipto Globulos é mais mentolado. Ambos possuem propriedades desinfetantes e bactericidas. São considerados descongestionantes, estimulantes e repelentes de insetos. 

Para limpeza da casa: diluo cerca de 20 gotas em 100 ml de água e 100 ml vinagre e borrifo no chão, no box e no banheiro. Na cozinha, os OE de graperuit, limão e laranja são interessantes quando misturados com bicarbonato de sódio diluído em água.

___

Eles podem parecer caros, mas 1 ml equivale a cerca de 25 gotas, logo 10 ml = 250 gotas. Como são usados em poucas quantidades, geralmente rendem bastante.

Dicas: dê preferência para marcas renomadas e/ou com certificação orgânica e compre de lojas com grande rotatividade (para evitar comprar OE velhos). Algumas marcas também oferecem laudo técnico.

Onde comprar:

- Lojas físicas de produtos naturais
- Loja virtual e-cosmetique (10% de desconto com o código BELEZAVEGANA)
- Loja virtual Lar Natural

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Minhas experiências com óleo de maracujá



Não sei se alguém já ouviu falar, mas a Tarte começou a comercializar há algum tempo óleo 100% puro de maracujá. A pontuação do óleo na página da empresa é algo em torno de 4.7/5 e no Makeup Alley 4.4/5. Por ser um óleo puro extraído da Amazônia e exportado para outros países, imaginei que aqui esse óleo seria super conhecido e já consolidado entre os cosméticos brasileiros. Mas não. Aqui não se encontram resenhas de óleo puro da semente de maracujá e quase não se encontra para comprar. É a velha história: "santo de casa não faz milagre". Enquanto as gringas pagam horrores ($46 por 50 ml de óleo) aqui quase ninguém ouviu falar desse óleo brasileiro. Eu mesma só o conheci há pouco tempo.

Ao ler algumas resenhas, soa como um produto milagroso, mas tem como desvantagem o preço de US$46 (parte devido ao glamour da embalagem e da marca) para um produto que tem um ingrediente: óleo de sementes de maracujá (Passiflora edulis). Isso me fez pensar "se eu encontrar um óleo de semente de maracujá não refinado, prensado a frio e que seja orgânico, então o que o da Tarte teria de diferente de outra marca que oferece o mesmo produto?" Fiz uma pesquisa, notei que o óleo poderia ser perfeitamente de outra marca e encontrei o da Bioessência, que é vendido por R$21 para 120 ml de óleo prensado a frio, refinado e com certificado orgânico. Já conhecia os produtos da marca e sabia que eram de boa procedência.

O que diz o site:

"Suas propriedades antioxidantes ajudam a evitar a rancidez nas misturas de óleos para massagem. Contém vitamina A e C, além de vitaminas do complexo B. É rico em minerais como cálcio, fósforo e ferro. Regulador das atividades das glândulas sebáceas. Excelente hidratante e nutriente para a pele, deixando-a revitalizada e macia. Ótimo para peles ressecadas.

Ou seja, é um óleo rico em vitaminas famosas por serem ótimas aliadas contra o envelhecimento da pele e um poderoso anti-inflamatório.

Minhas impressões: 

Eu nunca tinha usado cremes anti-rugas para a região dos olhos, mas por estar quase na casa dos 30, achei que seria interessante começar a hidratar melhor algumas regiões do rosto propensas ao aparecimento de rugas. Não quero gastar rios de dinheiro com produtos que alegam ser anti-rugas (sem nenhuma comprovação científica) então achei que o óleo de maracujá era uma saída simples e eficaz.

O óleo é bem fininho, levinho e é rapidamente absorvido pela pele (mais que o de Jojoba). Possui coloração amarelo claro e um cheiro muito suave de semente de maracujá.

Achei mais prático aplicar no rosto através do frasco de roll on e ainda poder misturar com óleos essenciais. 

Usei por aproximadamente 3 meses algumas gotinhas antes de dormir no rosto inteiro e pela manhã embaixo dos olhos antes da maquiagem mineral. Ao acordar, a pele fica com a impressão de estar mais hidratada e viçosa, mas não faz diferença nas rugas e olheiras (até porque eu ainda não tenho tantas rugas e as olheiras são mínimas), a pele não fica mais "esticadinha" como pode acontecer com certos produtos. A pele também não fica oleosa, mas podem aparecer alguns cravinhos no nariz caso aplique o óleo diretamente nele, por isso procuro evitar a região e lavo o rosto muito bem pela manhã. 


Aplicar embaixo dos olhos antes da maquiagem mineral é ótimo, já que evita o acúmulo de produto nas linhas e a faz deslizar lindamente. Não senti que fez escorrer a maquiagem, mas não recomendo para quem tem a pele muito oleosa ou em dias de muito calor.

No cabelo usei para umectação antes de dormir e lavei na manhã seguinte. Achei que hidrata direitinho, mas não é tão potente como o óleo de coco, abacate ou argan. É semelhante ao óleo de semente de uva e fica legal como leave in também. 

Conclusão:

Se você procura um produto totalmente natural, simples e barato para hidratar a pele e prevenir rugas, esse é o óleo que procura. Hidratação é tudo em termos de prevenção de pele envelhecida. Além disso, nada irá substituir os efeitos de uma alimentação saudável, dormir bem, usar protetor solar e ter uma ingestão de líquidos adequada.

Se busca por um anti-rugas para combater sinais de envelhecimento, talvez seja mais interessante misturar o óleo a um hidratante da sua preferência.

O óleo de rosa mosqueta também pode ser uma ótima escolha para essa finalidade, porém em mim não deu certo, já que surgiram algumas espinhas decorrentes do uso do óleo de rosa mosqueta no rosto. Em algumas pessoas ele pode ou não ser comedogênico, ou seja, só testando para saber o que funciona ou não na sua pele.