terça-feira, 29 de julho de 2014

DIY | Hidratante facial para peles oleosas e sensíveis



Quem acompanha o blog há mais tempo já deve ter visto que eu sou fã do óleo de jojoba para hidratar a pele do rosto. Ele não é comedogênico e é considerado um óleo com toque seco, ao mesmo tempo que hidrata e ajuda a melhorar a acne. Ou seja, o óleo de jojoba é o óleo ideal para peles oleosas e/ou com tendência à acne. No entanto, por se tratar de um óleo, ele não deixa a pele totalmente sequinha. Quando se usa maquiagem após aplicá-lo no rosto, a duração da base diminui bastante.

Dessa forma, acabei descobrindo que o gel de aloe vera/babosa pode ser usado como hidratante facial. Já se sabe que a aloe vera possui vários benefícios para a pele, principalmente as peles sensíveis e com marcas de acne. Em cremes hidratantes, pós sol etc, a aloe vera já é largamente usada. Por isso, imaginei que a mistura de aloe vera com o óleo de jojoba daria um excelente hidratante facial, principalmente agora no frio, quando geralmente as peles mistas e oleosas ficam um caos (oleosa na zona T e ressecada no resto do rosto ¬¬).

Esse hidratante é líquido, mas é rapidamente absorvido pela pele. Depois de absorvido, tenho a impressão de que a pele fica mais esticadinha, hidratada e não fica nem um pouco oleosa, tampouco craquela. A duração da base aplicada sobre o hidratante não fica comprometida.

Na minha mistura eu costumo usar essa concentração, mas cada um pode dosar da forma que achar melhor:

  •  30 ml de Puro Gel de Aloe. Eu uso da marca Live Aloe, mas se tiver a planta (também chamada de babosa), basta retirar a polpa e bater no liquidificador. Comprei aqui
  • 10 ml de óleo de jojoba. Se certifique de que ele seja puro. Falei das opções aqui
  • 5 gotas de óleo essencial de tea tree (opcional, mas é ótimo para peles acneicas).

Agitar antes de usar e aplicar 2 ou 3 gotas no rosto, 2 vezes por dia.


quarta-feira, 23 de julho de 2014

Botas Over Knee de couro sintético

Confesso que quando vi a Luisa Mell usando a bota vegana da estilista Stella McCartney no programa "The Noite", fiquei curiosa e fui atrás da bota. Mas como eu já previa, o preço era absurdamente fora do meu orçamento (> US$1000 dólares).

Divando!

Fonte: Bol

As botas "over knee" ou "over the knee", como o nome diz, ultrapassam os joelhos em uma versão com o cano mais longo que o tradicional. São sexys, ousadas e cheias de personalidade.

Ficam lindas e combinam com calças justinhas, leggings, shorts, saias etc.

O legal é que agora muitas estão com preço em promoção! 

Deixo aqui as opções veganas, feitas em material 100% sintético, isentas de couro animal e com preço acessível:

1. Vizzano - R$179,99 | 2. Crysalis - R$249,99 | 3. Piccadilly - R$215,00 | 4. Posthaus - R$149,99
5. Di Cristalli - R$129,90

Com exceção da Posthaus, que é uma loja virtual, todas as marcas citadas acima produzem todos os calçados apenas em material sintético!

sábado, 19 de julho de 2014

Resenha | Quarteto de sombras da ELF cor Brownstone


A Elf é uma das poucas marcas mainstream de maquiagem que permanece com status cruelty free e é quase toda vegana (com exceção dos pincéis da linha "Essentials" de cabo branco). É uma pena que ainda não chegou ao Brasil.

Nesses últimos dias eu andei testando essa paletinha da Elf na cor Browstone. Ela faz parte da linha "Essential Brightening Eye Color" e conta com mais 10 quartetos de cores diferentes.

A Browstone possui 4 cores neutras, todas com pouco brilho e acabamento acetinado/shimmer. As cores são muito bonitas e combinam entre si.

Apesar da pigmentação ser bem fraquinha, é possível construir camadas e aumentar a intensidade das cores. Para mim, o uso de um primer de olhos é imprescindível. Sem ele, elas não fixam na pálpebra e a duração é fraca. Além disso, dá para intensificar as cores com a ajuda de uma base branca, marrom ou preta.

Swatches feitos sobre o primer mineral da Elf

A primeira da esquerda é um bege/pêssego clarinho da cor da minha pele e tem bastante brilho. Essa cor sozinha na pálpebra fica linda com um delineador e é perfeitamente usável durante o dia para iluminar o olho, principalmente com o pincel umedecido.

A segunda é um marrom claro acinzentado (taupe) brilhante, com acabamento quase metálico. Gosto de usar ele com pincel umedecido para potencializar o efeito metálico.

A terceira é um cinza escuro taupe quase opaco. Legal para esfumar o côncavo.

A última é cor de chumbo pouco pigmentado, esfarela pra cacete e foi a cor que eu menos gostei. Mas sobre uma base de lápis preto pode ficar interessante.

Cor bege aplicada sobre uma base branca e a chumbo aplicada sobre uma base preta. Como base, eu usei os lápis "jumbo" da The All Natural Face, mas dá para usar com um lápis cremoso.

Na minha opinião, essa paletinha é ideal para iniciantes, quem não quer gastar muito com maquiagem e prefere cores mais discretas e usáveis. Como é uma paletinha bem pequena, dá pra deixar na necessaire e  viajar. A qualidade não é das melhores, mas pelo preço, está mais do que justo.

Prós:
- Preço baixo e bom custo-benefício
- Cores neutras e bonitas
- Cores versáteis, usáveis durante o dia ou à noite
- Fáceis de esfumar

Contras:
- Esfarelam muito
- Baixa pigmentação
- Embalagem frágil

Ingredientes: Talc, Mica, Zinc Stearate, Kaolin, Paraffinium Liquidu(Mineral Oil), Petrolatum, Bis-Diglyceryl Polyacyladipate-2, MethylParaben, Propylparaben. May Contain: Iron Oxides (CI 77491 , CI 77492 , CI 77499), Manganese Violet (CI 77742), Mica (CI 77019), Titanium Dioxide (CI 77891), Yellow No.5 Lake (CI 19140), Red No.40 Lake (CI 16035), Ultramarine Violet (CI 77077), Blue No.1 Lake (CI 42090)

Sombra bege aplicada sobre uma base branca. A sombra cinza mais escura e a chumbo esfumadas no côncavo

Acabamento metálico com pincel umedecido, usando a cinza mais clara na pálpebra inteira e a mais escura no côncavo

Sombra chumbo aplicada na pálpebra e a cinza mais escura esfumada no côncavo



A Vivi do blog S.O.S. Vegan me enviou para considerações. No Brasil, essa paleta está sendo vendida na loja virtual por R$12,90.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Veganos do Rock!

Ontem foi dia mundial do rock e como boa apreciadora de rock e suas vertentes, farei uma breve lista de veganos headbangers que tocam em bandas de rock!


1. Mille Petrozza (vocalista do Kreator)


Vídeo com entrevista para a PETA - https://www.youtube.com/watch?v=qCr61rLgty4


2. Geezer Butler (baixista do Black Sabbath)



3. Angela Gossow (ex-vocalista do Arch Enemy)


Vídeo com entrevista para a PETA - https://www.youtube.com/watch?v=5iBAsGH0LiY

4. Phil Collen (guitarrista do Def Leppard)



5. Alissa White-Gluz (vocalista do Arch Enemy)


Falei sobre ela nesse post. Vídeo com entrevista para a PETA - https://www.youtube.com/watch?v=OjdcOALlIWw


6. Daniel Johns (vocalista do Silverchair)



7. Travis Barker (baterista do Blink 182)



8. Rikki Rocket (baterista do Poison)

Fonte

9. Carl Palmer (baterista do Asia e do ELP)


10. Anthony Kiedis (vocalista do Red Hot Chili Peppers)





11. Jared Leto (vocalista do 30 Seconds to Mars)


Foto: UOL

12. Rob Zombie

Shower gel masculino da Alva

Hoje a resenha é destinada aos homens. Achei interessante postar aqui, já que vários veganos me perguntam sobre cosméticos veganos masculinos.

Recebi esse shower gel da Alva da loja online Men's Market para que o meu namorado pudesse testar e resenhar aqui no blog. Ele já foi cobaia antes por aqui, lembram? haha

A loja possui uma enorme variedade de produtos cosméticos masculinos, como ceras, pomadas, shampoos, pós barba etc. Nem todos os produtos são veganos, mas tem bastante coisa vegana unissex das marcas: Alva, Granado, Paul Mitchell, Est, C. Kamura, Charming e Keune (a linha So Pure é vegana). A L'anza, que também é vendida na loja, não testa em animais, mas o SAC da marca não soube me responder sobre os ingredientes serem ou não veganos.


A primeira coisa que me chamou a atenção nesse produto foi o cheiro maravilhoso de perfume masculino! Delícia!! Por ser da Alva, já imaginava que ia ter aquele cheiro mais natural, de produto orgânico e tal (não que eu não goste, mas este simplesmente me surpreendeu!). Ele possui um perfume cítrico masculino na composição que eu adorei. Lembrei demais daqueles kits de presentes que tem o perfume e o shower gel da mesma linha e fragrância (Azzaro Chrome feelings). Se a Alva lançasse um perfume com essa fragrância, certamente eu iria comprar pro Fernando! #bofecheiroso


Pela composição é possível notar que não possui ingredientes que irritam a pele e o couro cabeludo, como sulfato. Possui proteína do trigo e alantoína que hidratam, além de menthol, que refresca.

O Fernando está usando e amando! Ele usou tanto no corpo como no cabelo e achou que não ressecou o cabelo (e olha que ele tem o cabelo comprido). No corpo, tem sensação refrescante, um pouquinho rende bastante, faz espuma e o perfume permanece por algumas horas sem parecer invasivo. Ele já usou o shower gel masculino da Surya da linha "Sapien" e não gostava do cheiro (nem eu!).

O ponto alto é mesmo o perfume maravilhoso. Apesar do preço não ser dos mais convidativos por ser um produto importado, acredito que ele pode ser usado nos finais de semana, em festas e ocasiões especiais.

Na minha opinião, é uma ótima opção de presente para o pai, namorado etc. Vi que além desse shower gel, a Alva também tem uma linha masculina completa de pós barba, shampoo anti-queda, desodorante, gel de barbear, hidratante facial etc.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

Cosméticos veganos vendidos em farmácia. Parte 1 - Cabelos

Fiz esse post pensando naquelas pessoas que não querem ou não podem comprar em lojas virtuais. Eu prefiro comprar tudo que posso pela internet por n motivos. Apesar da maioria esmagadora dos produtos vendidos em farmácias e supermercados pertencerem à empresas que testam, como Pantene, Elsève, Seda, Garnier, Tresemmé etc, é possível garimpar produtos veganos em farmácias ou perfumarias.

Obs: Pode ser que haja uma reformulação da composição, portanto sempre verifique o rótulo e procure por ingredientes como lanolina, queratina, colágeno etc.

Nessa primeira parte, citarei produtos para cabelos.


1. Vizcaya 
- Linha Botanique 
- Hydra Care (veja no rótulo se não possui "honey")
- Blonde Action 
- Brilho e vitaminas 
- Pro cachos



Resposta do SAC <sac@vizcaya.com.br>:

"Boa tarde Eliana,
De todas as linhas da Vizcaya, as únicas que possuem ingredientes de origem animal são: Pós Escova Progressiva, Keratina e o condicionador Silver Touch. Estes produtos contém colágeno e queratina hidrolisada.
Já as demais linhas da Vizcaya são isentas de ingredientes de origem animal.
Qualquer dúvida, estamos à disposição.
Att
Equipe Vizcaya"

2. Farmaervas 
- Linha Verde (e proteção térmica)



Resposta do SAC <consumidor@farmaervas.com.br>:

"[...] Não utilizamos ingredientes que para serem extraídos colocam em risco a vida dos animais.Temos algumas matérias-primas como por exemplo a cera de abelha, que é produzida pela abelha, mas não coloca em risco a sua existência. O mesmo se aplica a Lanolina, que é desenvolvida à partir da lã do carneiro. Trabalhamos com fornecedores que nos garantem a procedência das matérias-primas, todos são previamente certificados pelo nosso controle de qualidade.Assim esperamos atender a expectativas de consumidores como a Sra. que exigem produtos de qualidade e que não agridam a natureza e os animais.

Informamos que os compactados e Bases não usam produtos de origem animal, exceto a base cremosa que ainda possui lanolina, mas esta no processo para retirar. Delineador gel, Sabonetes liquidos, shampoos, condicionadores também não possui nenhum ingrediente de origem animal. Exceto a linha de Geléia Real e Quinoa da linha F.[...]"

3. Phytoervas 




O SAC <nasha@nasha.com.br> alega que os produtos não possuem ingredientes de origem animal, no entanto, alguns produtos levam queratina e aminoácidos da seda. Sei que podem ser de origem sintética, mas não há nenhuma menção sobre isso no rótulo.


4. Granado 
- Linha Terrapeutics 



- Linha Bebê



5. Bio Extratus 
- Linha: Pós Progressiva




- Linha: Botica



- Linha Noni




- Linha Antiqueda




- Linha Blond
- Linha Verão
- Linha Kids

Resposta do SAC <sac2@bioextratus.com.br>:


           "Possuímos cinco linhas e cinco produtos que utilizam ativos de origem animal:

* Linha Neutro com Proteínas do Leite (LEITE)
* Linha Tutano (TUTANO)
* Linha Queravit (QUERATINA)
* Linha Nutricachos (COLÁGENO)
* Linha Octol (PRÓPOLIS)
* Pomada Propomel (PRÓPOLIS , MEL e LANOLINA)
* Queratina Concentrada (QUERATINA)
* Biottano ( LANOLINA )
* Elixir de Nutrição Shitake Plus (LANOLINA)
* Finalizador Noite/Dia Shitake Plus (LANOLINA)

As nossas demais linhas são formuladas com ativos de origem vegetal, sem ingredientes de origem animal, com destaque para a Linha Botica e para o Mega Spray da Linha Queravit.

A Linha Botica da Bio Extratus foi elaborada com uma cuidadosa seleção de extratos naturais, aliada ao conhecimento científico e à delicadeza de fórmulas únicas e suaves. A Linha é green, livre de corantes, parabenos e petroquímicos.

A Linha Botica zela pelos seus cabelos com a Tecnologia Natural Matriz 3 D, uma associação harmoniosa do extrato de bambu com a Caesalpinina spinosa.

A Tecnologia Natural Matriz 3 D trata dos cabelos de forma prolongada e na medida certa da necessidade dos fios. Através desta tecnologia, os ativos atuam por mais tempo, oferecendo benefícios no ato da aplicação e continuando a promover o tratamento durante todo o intervalo entre as lavagens.
Além de cuidar dos cabelos de forma natural e suave, a Linha Botica é aroma e fitoterápica, capaz de proporcionar equilíbrio e harmonia entre a mente e o corpo que, como sabemos, contribui muito para a nossa beleza natural.

O Mega Spray da Linha Queravit (***verifique se não há lanolina no rótulo)  foi desenvolvido para o cuidado intensivo dos cabelos. Pode ser usado para cauterização ou finalização. Durante o processo de cauterização, restaura profundamente a fibra capilar. Ao ser aplicado para finalizar, desembaraça e disciplina os cabelos, facilita o processo de escovação e protege os fios do calor do secador. Deixa um toque sedoso e um brilho incomparável. A sua composição não possui ingredientes de origem animal, com destaque para: 
QUERATINA VEGETAL - retirada do milho, do arroz, do trigo e da soja, possui alguns benefícios em relação à queratina animal, pois proporciona mais brilho, mais maleabilidade e mais condicionamento.

ÓLEO DE ARGAN - é antioxidante, fornece emoliência sem peso, favorece a proteção e a saúde dos fios

ÁCIDO GLICÓLICO – nivela as cutículas capilares e oferece brilho."

6. Payot NÃO É MAIS CRUELTY FREE
- Linha Botânico



Com exceção dos shampoos e condicionadores com mel/cera de abelha, todos os outros da linha Botânico são veganos. A Payot afirma utilizar lanolina e cera de abelha de origem animal


7. Yamá
- Linha Yamasterol
Os cremes de pentear amarelo e branco são veganos, mas nem todos os produtos da marca são. O rosa contém queratina de origem animal, por exemplo.

8. Est


A Est alega no site que todos os seus produtos são isentos de ingredientes de origem animal.


9. Haskell



Resposta do SAC: <contato@haskellcosmeticos.com.br>

"[...] alguns dos nossos produtos contêm matérias-primas de origem animal, por oferecerem um resultado diferenciado nos cabelos e por ainda não haver no mercado matéria-prima vegetal que as substituam.

Para orientá-la de acordo com sua dúvida, segue abaixo a lista de produtos que não utilizam em sua formulação matérias-primas de origem animal:

Linha Ervas
Para cabelos oleosos: Jaborandi (shampoo, condicionador e máscara (jaborandi e hortelã)
Para cabelos normais: Erva-Doce (shampoo e condicionador)
Para cabelos mistos: Alecrim (shampoo e condicionador)

Linha Nutritiva
Para cabelos danificados: Quina Rosa (shampoo e condicionador)

Linha Terra
Para cabelos quebradiços: Manteiga de Karité & Cupuaçu (shampoo, condicionador e máscara)
Para cabelos opacos: Mandioca (shampoo, condicionador, Express Dose Danificados e Defrizante)
Para cabelos afro: Mandioca Afro (shampoo, condicionador, lissdrat)

Para loiros e grisalhos: Ametista (shampoo, condicionador e leave in)

Tratamentos: Shampoo Argan, Shampoo Pós Progressiva, Condicionador Pós Progressiva

Para todos os tipos de cabelo: S.O.S Verão (shampoo e creme) / Shampoo Indicador

Finalizadores: Nectavita Jaborandi, Nectavita Bananeira, Óleo de Argan, Reparador de Pontas, Óleo de Argan, Sérum pós Progressiva, BB Cream e Express Mandioca 30 ml, Calda de Lichia (Linha Volume Control), Leite Resgat Total, Leave In Color Revive."

terça-feira, 8 de julho de 2014

Resenha | Proteína isolada do arroz - Natural Science


Quem acha que a proteína isolada de arroz não é de boa qualidade para ganhar músculos está enganado! No ano passado foram feitos testes conduzidos por um professor da USP e outros da universidade de Tampa, nos EUA, que resultaram em um estudo publicado na revista científica "Nutrition Journal". Este estudo mostrou que a proteína isolada do arroz era capaz de alcançar os mesmos resultados que o Whey (proteína isolada do leite de vaca) quando comparados os ganhos de massa muscular.

Eu poderia ficar aqui falando até amanhã de como como consumir whey é antiético, dos seus possíveis malefícios à saúde, como câncer de próstata ou câncer de mama, mas vou focar o post na proteína do arroz da Natural Science.

O arroz por si só não é uma fonte rica de proteína (contém 4g de proteína em 50g de arroz cru), mas a proteína isolada do arroz possui um ótimo perfil de aminoácidos, composto por aminoácidos essenciais e pelos principais aminoácidos que formam os músculos e ajudam na recuperação pós treino, os chamados BCAA (Leucina, Isoleucina e Valina).

Organic Rice: 68 kcal e 11,5 g de proteína em uma porção de 15 g = ~ 80%


Comparação do perfil de aminoácidos Rice Protein x Soy Protein
Quem tem alergia à soja, não gosta do gosto, pode substituir pelo suplemento de arroz perfeitamente


Eu já tinha ouvido falar na Max Rice Protein através dos patrocínios a veganos (o que é muito legal da parte da empresa), mas até então eu só consumia a proteína isolada de soja. Algumas PIS, quando não são adoçadas e aromatizadas, possuem o gosto muito amargo, chegando a ser intragáveis pra mim (tem que tapar o nariz e virar!), tal como qualquer proteína isolada a 80 e 90%. Ultimamente andei tomando a proteína isolada de arroz orgânica sem sabor - Organic Rice in Natura - da Natural Science e achei o gosto menos amargo e mais neutro que o da soja. Gosto é pessoal e eu não curto tomar nenhum tipo de proteína isolada pura. Acho que todas tem um gosto amargo, até as consideradas top de linha, como a da Optimum Nutrition e da Integral Médica, que são aromatizadas. No entanto, a proteína de arroz misturada ao Hiper Rice Gainer dá um gosto bom e é super tranquilo de tomar e incluir em receitas, mas não vá esperando que não tenha um gostinho amargo de fundo. Os suplementos que possuem aromas artificiais possuem um gosto melhor para tomar pura.

O Hiper Rice Gainer é uma mistura de dextrose, maltodextrina e várias vitaminas. Estou usando no pós treino. Para quem é muito magro e quer ganhar peso com qualidade (leia-se músculos), considero uma ótima opção. O gosto é docinho e parece suco de abacaxi.





É possível ser vegano e obter massa muscular sem suplementos? Sim! No entanto, eu gosto de tomar esse tipo de proteína pela praticidade e por ser proteína pura, isenta de gorduras e carboidratos. Além disso, na minha opinião, é muito mais fácil tomar um suplemento contendo 30 g de proteína do que comer grandes quantidades de feijão, tofu ou proteína texturizada de soja, por exemplo, para alcançar esse valor.

Mesmo que você não faça musculação, usar suplementos em pó pode ser uma mão na roda. Quando fico fora de casa por muito tempo e as opões proteicas veganas são inexistentes (ex: viagens ao interior, em festival de música etc), coloco o pó na coqueteleira ou num saquinho e levo na bolsa. Daí é só acrescentar água e mandar pra dentro. O pó não estraga se deixado na coqueteleira por vários dias. As proteínas saciam e são ótimas aliadas para quem quer emagrecer.


Há também formas de consumir os suplementos através de paquecas, smoothies, barras de cereais, no creme de açaí etc.

Dessa forma, os suplementos de proteína em pó são bastante úteis, tanto para adicionar proteínas na alimentação de forma fácil, como para levar para tomar fora de casa.

Essas foram as minhas receitas usando a proteína de arroz e o hiper rice gainer:

Smoothie de polpa de framboesa, banana, cereais e proteína isolada de arroz + hiper rice gainer 

"Açaí Maromba" do Vegetarirango

Panquecas proteicas com Rice Protein, farinha de aveia, farinha de trigo integral e linhaça + 1 cc de vinagre + 1/2 cc de bicarbonato de sódio e 1/2 cc de fermento químico no lugar do ovo. Pepe aprovou!


Eu recebi da Natural Science para considerações no blog. Dá para comprar os produtos no site Top Body. (nem tudo na loja é vegano). Tá rolando uma promoção bacana de combos que valem muito a pena.

Em breve eles serão vendidos na Terra Vegana em BH.