quarta-feira, 26 de junho de 2013

Sabonetes em Barra Veganos

Quando comecei a veganizar meus produtos de higiene, o primeiro que substituí foi o sabonete. Geralmente esses sabonetes de supermercado convencionais contém SEBO! Na composição está em inglês como "Tallow". Em alguns vem escrito "Adeps Bovis", que é uma outra nomenclatura de sebo. Passar sebo (restos de abatedouro) no corpo? Nojo define.

A glicerina pode ser de origem animal ou vegetal. Abaixo deixo alguns sabonetes que possuem em sua composição somente glicerina, óleos e manteigas vegetais.

Convencionais


1- Phebo

2- Granado (o de lanolina não é vegano!)
3- OX Puro Vegetal *** A OX pertence ao grupo Bertin, o qual atua no ramo de frigoríficos e abatedouros, comprado recentemente pela JBS Fri boi***
4- Alchemia Bio
5- Natura Todo Dia
6- Est
7- Panvel Vert
8- Phytoervas Vegetal
9- Organica


Artesanais e/ou Naturais

9- Feito Brasil
10- Sal da Terra
11- Vyvedas
12- Lush
13- Arte dos Aromas
14- Vegan Pride 
15- Sachi
16- Bioart

Na minha opinião, os mais cheirosos: Phebo (Tuberosa do Egito), Feito Brasil, Vegan Pride (amo!) e Lush.
E os mais hidratantes: Phytoervas Hidratante, Vyvedas, Sal da Terra e Sachi.

Óleo de Argan da Bioderm


Há algumas semanas eu fui na Lojas Rede trocar uns trecos que meu namorado comprou errado e me deparei com esse óleo de argan puro sem silicone. Lembrei que meu antigo vidro de óleo de argan tinha se espatifado no chão por eu ser tão estabanada - já perdi as contas de quantas sombras minerais eu já perdi deixando cair no chão... A embalagem desse é de plástico e tem válvula de spray. Achei ótimo.

Pra começar, ele não é um óleo puro, como informado no rótulo ("100% Finest Pure Oil"). A composição vai além do óleo em si:


O preço é uns 29 reais e vem 60 ml, o que não é tão barato por não ser totalmente puro. No entanto, se fosse comprar pela internet iria ter que pagar o frete (uns R$13). Achei que compensaria.

O perfume é meio amadeirado, tendendo a perfume masculino. É claro que eu tive que adicionar umas gotinhas de óleo essencial pra disfarçar um pouco o cheiro. Apesar de não ser ruim, ele fixa no cabelo.

Estou usando da seguinte forma: a cada 4 dias, durmo com bastante óleo no cabelo seco (aperto a válvula 4-5 vezes e distribuo de maneira uniforme, concentrando na metade de baixo. Ao acordar, lavo normalmente, uso um leave in protetor térmico orgânico da Alterna e depois finalizo com 1-2 "sprays" nas pontas - tenho o cabelo cheio, comprido e com química.

Faço o mesmo com o óleo de coco e outros óleos vegetais, e, sinceramente, não notei graaaandes diferenças desses óleos com o argan.

Acredito que ele mantém a hidratação do cabelo por mais tempo e não pesa. Estou tentando lavar dia sim, dia não, para evitar que a tinta desbote rápido e no segundo dia percebo que o cabelo não perde o efeito de hidratação nas pontas. Além disso, notei mais brilho e pontas unidas (menos frizz).

É  claro que a presença de silicone faria com que o cabelo ficasse muito mais sedoso e macio ao toque, sem falar que melhoraria o frizz. Mas então por que preferir um óleo sem silicone?

O silicone insolúvel em água tende a grudar nos fios e acumular com o tempo, fazendo com que fiquem mais pesados e opacos. Na verdade, o silicone não trata, apenas mascara os resultados. O uso de shampoos com sulfato tem poder de retirar esses resíduos. O fato é que eu não uso shampoo nas pontas e mesmo que usasse, tenho usado alguns shampoos sem sulfato ultimamente. E é impressionante como grande parte dos produtos que possuo contém silicones! Estou tentando comprar mais produtos sem silicones e óleo mineral (parafina).

A grande vantagem dos óleos vegetais puros é a função multiuso: pode ser leave in, finalizador depois do secador, potencializador de máscaras de tratamento (misturando algumas gotas antes de aplicar) e tratamento pré-shampoo para hidratar bem (usado com o cabelo ainda seco, antes de lavar).

Quem tiver oportunidade de comprar pela internet, há vários sites que vendem o óleo de argan puro, sem nenhum aditivo. A única vantagem desse da Bioderm é que pode ser comprado em lojas físicas. Além disso, há diversos outros óleos que produzem o mesmo resultado, ou bem parecido, como o óleo de macadâmia, pracaxi, linhaça, semente de uva etc. Cada um deve experimentar e ver com qual óleo o cabelo se dá melhor.

Lojas:

Sabão e Glicerina | Laszlo | Lojas Rede |

sábado, 22 de junho de 2013

Porque os Copinhos Menstruais São Lindos

Diversos coletores menstruais. Imagem: reprodução Revista TPM.

Para quem ainda usa absorventes convencionais, saiba que além de testados em animais (obrigada, Anvisa), saem mais caros no final das contas, são menos ecológicos e muito menos higiênicos que os coletores menstruais.

Os coletores menstruais são copinhos feitos de silicone medicinal (hipoalérgico) reutilizável que substitui o uso de absorventes. 

São práticos, confortáveis (você esquece que está usando), econômicos, além de ser uma escolha sustentável. Dá para usar na natação, academia, corrida e até dormir com ele.

Para usar, é preciso inserir o coletor dobrado dentro da vagina, que ele se molda dentro do corpo e coleta o fluxo. Pode ser usado por até 12 horas (dependendo da quantidade de fluxo de cada uma). Depois é só retirar, lavar bem (sabonete neutro e/ou água fervendo) e usar novamente. Para quem tem dificuldade, tem vários tutoriais no Youtube explicando como colocar. Depois do período de adaptação, fica bem mais tranquilo.



A questão higiênica: como não há proliferação de bactérias enquanto o sangue não entra em contato com o ar, ele não exala odores. 

Para quem fica o dia inteiro fora de casa, dá para retirar e despejar o fluxo no vaso, depois recolocar. Se não tiver como lavar na torneira do banheiro, não tem problema. Depois é só lavar quando chegar em casa.

Só de imaginar quanto lixo é descartado na natureza por causa dos absorventes de algodão e plástico, sendo que poderíamos evitar tudo isso, já não é incrível?

Ainda não convenceu? 


Se fizer as contas, verá que é muito mais viável economicamente. Falando por baixo, se gastarmos por exemplo, 2 absorventes por dia, durante 5 dias, estaremos usando 10 absorventes por mês. Imagine que serão 13 ciclos por ano. O preço de um pacote com 10 custa em torno de R$5. Então por ano o gasto será de:

13 x  R$5 = R$65,00

Já o coletor menstrual, que possui duração de 5 anos ou mais, custa entre R$60 a R$90

Economia: R$590 por 5 anos.

Para as mulheres que ficam com frescura e "nojinho", por favor procurem se informar melhor! Falam como se os absorventes "Sempre Livre" ou "Intimus Gel", O.B. e afins fossem muito bonitos, higiênicos, cheirosos e confortáveis. Todo mundo menstrua e as pessoas se negam a lidar com isso como uma coisa absolutamente normal. Impressionante! Vamos abrir um pouco a cabeça e mudar para melhor nossos hábitos!

Onde comprar:

Green Donna - Guia Vegano (R$60)
Diva Cup - iherb (US$30) 
Miss Cup - Loja virtual e pontos de venda indicados no site (R$75)
Me Luna - Loja virtual (R$70)
Lady Cup - Loja virtual (R$89)
InCiclo - Loja Vista-se (R$75)

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Batons Vermelhos Veganos

Geralmente as veganas tem um pouco de dificuldade em encontrar batons vermelhos. No entanto, como mostrarei aqui, existem várias opções. É mais difícil encontrar batons veganos pra comprar no Brasil e a preços bons. Vou citar algumas opções de marcas que disponibilizam batons vermelhos, incluindo marcas nacionais.

1. Wet n Wild - Stoplight Red e Red Velvet (US$4 ou R$20)



Vende nas lojas: Beautyjoint | Nonpareil Boutique | Mimos para Beleza | Loja da Pati | Mercado Livre (verifique a reputação do vendedor!)


2. Lime Crime - Glamour 101, Retrofuturist e Red Velvet (US$16)


Marca 100% vegana. O site envia para o Brasil a um frete fixo de 10 dólares. E pode ser comprado através de alguns vendedores no Mercado Livre. (verifique a reputação!)


3. Alva - C1 Red / Vermelho Fogo (R$65)


Vende no site da marca.


4. Silk Naturals - Cayenne, Crimson, Bombshell, Sultry, Vroom e Zing (US$5.75)


Cayenne- Warm Red Lipstick*

Batons naturais e veganos. Vende no site da marca e entrega no Brasil por um frete justo. Nem todos são veganos, por isso verifique a descrição de cada produto, onde é informado se é ou não vegan.


5. OCC - Cores: NSFW, Radiated, Harlot, Stalker e Psyco (US$18)



Vende no site da marca e entrega no Brasil.


6. Payot - Lápis de boca nas cores vermelho e vinho (R$12) NÃO É MAIS CRUETY FREE

Os batons da Payot contém lanolina - que é de origem animal - mas os lápis de boca da marca são veganos. Fiz resenha dele aqui.



7. Natura Aquarela - Vermelho 45 (R$16) e Natura Una - Vermelho 51



8. Lush - Emotional Brillance (US$18.95)


Vende no site da Lush, entrega no Brasil ou na loja da Lush em São Paulo. As makes da Lush são 100% veganas!


9. E.l.f. - Studio Matte Lip Colour - Rich Red (US$5)





10. Josie Maran - Batom Magic Marker Lip and Cheek Stain cor Flamenco (R$59)


Vende na Sephora.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Quer se Tornar Vegana(o)? 5 Dicas!


Então você está pensando: "essa coisa de ser vegan parece legal, talvez seja hora de dar uma chance".

Eu digo: parabéns! Você vai adorar o seu novo estilo de vida ético - porque o veganismo é um estilo de vida, não uma dieta. Ser vegano é um modo de vida que se estende muito além do que você come. Ser vegano é tentar o seu melhor para evitar participar de qualquer prática que cause sofrimento nos animais - é uma questão de respeito e compaixão pelos seres sencientes e pelo meio ambiente. Pelo menos é assim que eu vejo.

Quando me tornei vegana há pouco mais de 5 anos, eu aprendi tudo muito rápido, mas tem sido uma jornada. Eu ainda estou aprendendo a cada dia e estou tão longe de ser perfeita - de vez em quando tenho dúvidas e me permito errar. Eu valorizo ​​os pequenos deslizes, porque eles me ensinam e me ajudam a crescer. Ser vegana é uma das melhores decisões que já tomei e eu tenho certeza que serei vegana por toda a vida. Você ficaria surpreso com o quão pouco perde e o tanto que você ganha sendo vegano.

Aqui estão algumas das principais dicas para a transição ao veganismo:


1. Dê um passo de cada vez.

Embora eu já tenha ouvido muitas histórias de sucesso sobre pessoas que viraram veganas da noite pro dia e admiro muito elas, para mim, pessoalmente, foi uma transição gradual. Meu primeiro passo foi trocar o leite de vaca por leite de soja ou de aveia. E substituir os iogurtes de leite pelos iogurtes de soja (como os da linha Naturis da Batavo, por exemplo). Além disso tirei os ovos do cardápio. Quem é que adora ovo?? Na minha opinião, ovos são completamente dispensáveis e foi muito fácil ficar sem ovos. Acho que ninguém fala: "hmm... amo ovo, estou com desejo de comer ovo hoje". Talvez receitas de bolos sem ovos tenham que ser adaptadas, mas receita de bolo sem ovos é o que não falta na internet. O próximo passo foi comprar só chocolates sem leite. E é tão fácil, porque existe uma variedade de marcas com chocolates muito gostosos (Olvebra, Tri Gostoso, Cacau Show Sem Lactose, Harald Meio Amargo, Lindt 70% Cocoa etc). Em seguida eu substituí meus cosméticos pelos não testados e depois estava sendo quase 100% vegana. A questão mais difícil foi largar o queijo. Quando ia em pizzarias, pedia ao garçom pizza vegetariana sem mussarela (me certificando que a massa era sem ovos e leite) e levava um preparado de queijo vegetal para colocar em cima da massa hehe. Tem tanto Tofu Cream, Mandiokeijo, requeijão de soja e receitas de queijo vegetal por aí que a fissura por queijo fica bem controlada. A transição para o veganismo não é fácil, mas sair do papel de explorador nunca é fácil.


2. Não se culpe e lembre-se que você é vegano, mesmo se sair da linha.

Eu confesso: eu às vezes erro. Isso não quer dizer que eu peço queijo no sanduíche quando saio. Significa que eu compro produtos que, mais tarde, descubro que tinham por exemplo leite neles e não jogo fora (eu os consumo mas simplesmente não volto a comprá-los novamente). Eu também uso alguns produtos de beleza não-veganos que eventualmente recebo de brinde. Jogar os produtos fora me parece um desperdício. Isso não me faz menos vegana. Na minha opinião, o veganismo é o esforço, a escolha, a dedicação. Não é sobre uma pequena porcentagem de vezes que erramos que iremos estragar tudo.


3. Obtenha suporte pela internet e leia livros sobre veganismo/consciência animal.

A maioria dos meus conhecimentos veganos vem de blogs, fóruns do Orkut/Facebook e livros sobre veganismo e consciência animal. Blogs como o "Cantinho Vegetariano" tem receitas incríveis. Sites como o "Gato Negro" e "Guia Vegano" tem também dicas valiosas. O "Vista-se" é o maior portal de veganismo e certamente terá a resposta para quase todas as perguntas sobre veganismo. Tem a revista Vegetarianos que aborda muitos assuntos legais sobre saúde, nutrição e restaurantes por todo o Brasil. Os livros do nutrólogo Eric Slywitch são também muito explicativos. Eu não assisti todos os documentários ("Terráqueos", "A Carne É Fraca", vídeos de crueldade da Peta etc) - eles realmente me deixam muito, mas muito mal e eu já sei o que acontece, não acho que realmente precise ver mais eles. Assisti uns trechos de Terráqueos e todo o horror envolvido no tratamento dos animais foi o suficiente para eu pensar nele durante dias e noites. Eu sou grata por livros e filmes como esses, mas eu prefiro a abordagem "vamos fazer a nossa parte e viver uma vida sem crueldade com tofu defumado, frutas, hortaliças e chocolate sem lactose?" Mas saber o que realmente se passa em abatedouros e "ao ar livre" das fazendas é uma obrigação. Conheça os fatos.


4. Preste atenção na sua alimentação.

Esse é um ponto importantíssimo. Eu nunca me importava com a minha alimentação antes de virar vegana, mas de um tempo pra cá passei a estudar bastante sobre nutrição (fiz até umas matérias isoladas no Departamento de Nutrição por curiosidade) e sei exatamente quando não devo desleixar. Não deixo de tomar vitamina B12, apesar de ser facilmente encontrada em alimentos fortificados industrializados. Outros ajustes que eu fiz: eu não tomo café ou chá verde após o almoço ou jantar, pois a cafeína impede a absorção de ferro. Me obrigo a ingerir uma fonte de vitamina C através de suco de laranja, acerola ou mesmo tomates para melhorar a absorção de ferro. Eu sempre me certifico também de que há proteína em cada refeição - leite de soja, amêndoas e castanhas no café da manhã, pasta de grão de bico com tahine (hommus) no lanche, feijão, arroz e verduras, como brócolis e couve no almoço e assim por diante. Eu tento trocar macarrão, pão branco e arroz por integrais. Mas isso é opcional. Eu também adoro frutas e tento comê-las várias vezes ao dia. Outros alimentos que considero valiosos: quinua, linhaça, gergelim e tofu. Se possível, leia livros do nutrólogo Eric Slywitch: "Virei Vegetariano e Agora?" e "Alimentação Sem Carne".


5. Saiba responder os questionamentos que farão à você.

Muitas pessoas me perguntam com frequência se eu não tenho dó de alface, se não podemos dar uma vida de bem estar aos animais de abate - o famoso bem estar animal e o abate humanitário(?), que veganismo é radicalismo e qual é o problema dos ovos e laticínios. Saiba responder com convicção a essas e outras perguntas. As respostas para essas e outras perguntas podem ser facilmente encontradas no FAQ do Vista-se. Tenho um outro FAQ na aba do blog que aborda algumas dessas perguntas.


Então é isso - o início de sua nova vida vegana saudável! Como eu disse, eu estou longe de ser uma especialista, mas essas 5 dicas me ajudariam em minha jornada. Eu amo saber que as minhas ações estão de acordo com as minhas convicções - nada tem um gosto tão bom quanto saber que não está patrocinando a crueldade.

Se você tem mais dicas, sinta-se livre para compartilhá-las nos comentários!

terça-feira, 11 de junho de 2013

Máscara E.L.F. - Studio Mineral Infused


De acordo com a descrição, a máscara de cílios "Mineral Infused" da E.l.f. cria cílios mais cheios e os faz parecerem mais saudáveis. Aumenta o volume e alonga. A escovinha é de silicone, que evita empelotar e ajuda e definir e separar os cílios. Possui longa duração.

O que eu percebo é uma máscara de cílios que mais alonga e define do que dá volume. Meus cílios já são naturalmente longos então pode ser apenas minha impressão. Mas acho o efeito muito digno para uma máscara de apenas US$4 dólares. Dá um efeito bem natural e bonito, eu achei muito satisfatório.

A escovinha realmente ajuda a definir e não cria bolotinhas. Eu acho horrível essas máscaras de volume que todos veneram e deixam os cílios mega volumosos, mas cheios de pelotas. Quando eu era adolescente usava essas máscaras da Maybelline (marca que realiza teste em animais) e elas me deixavam com pelotinhas nos cílios. É meio tenso ver meninas com cílios empelotados por causa dessas máscaras.

Não notei que a máscara da Elf borra. Achei que seca bem rápido e dura o dia todo. Não é a prova d'água também. Outra coisa que eu achei bem legal é que ela não deixa os cílios durinhos, eles ficam bem maleáveis depois de secos.

Para retirar, uso um óleo vegetal (rícino, rosa mosqueta ou azeite, por exemplo) e sai tudo fácil.

A outra máscara que eu comprei da Elf é a "3 in 1", que alonga, dá volume e curva os cílios. Não vou abrir por enquanto porque máscaras de cílios costumam ter validade de 6 meses depois de abertas. A Vivi do blog SOS Vegan já mostrou os resultados nesse post.

Para quem não sabe, as maquiagens da Elf são todas veganas, com exceção dos pincéis da linha Essential.

Efeito nos meus cílios:

1 camada

2 camadas

2 camadas

Sem nada e com 2 camadas 


Ingredientes: Aqua (Water), Caprylic/Capric Triglyceride, Cera Carnauba (Carnauba) Wax, Synthetic Beeswax, Styrene/Acrylates/Ammonium Methacrylate Copolymer, Stearic Acid, Cetyl Alcohol, Glyceryl Stearate SE, PVP, Triethanolamine, Triacontanyl PVP, Hydroxyethyl Cellulose, Caprylyl Glycol, Phenoxyethanol, Potassium Sorbate May Contain: Iron Oxides (CI 77491 , CI 77492 , CI 77499), Manganese Violet (CI 77742)

Lojas que vendem Elf:

Nacionais: Loja da Patricinha | Loja da Pati | Mercado Livre 
Importadas: Beauty Joint | Nonpareil Boutique 

domingo, 9 de junho de 2013

Hidratantes Corporais para Peles Ressecadas

Acho que a maioria das pessoas sofre com a pele de certas áreas do corpo bem seca, como cotovelo, joelho e canela da perna. E o ressecamento intensifica no frio. É péssimo sentir a pele esticando e toda ressecada! Às vezes a pele do corpo fica extremamente seca e se não usar um hidratante depois do banho, a pele pode até doer de repuxar. Mesmo usando sabonetes cremosos contendo óleos e manteigas vegetais, ainda sim é preciso complementar com hidratantes.

No quesito hidratação, óleos vegetais como o de coco e manteiga de karité são imbatíveis, porém nem sempre eu tenho paciência para aplicar e ficar com a pele "oleosa", já que demoram a ser absorvidos.

Selecionei alguns hidratantes isentos de ingredientes de origem animal bem potentes para peles ressecadas:


1) Granado - Manteiga Corporal (loja virtual). Acho o cheiro gostosinho e muito suave.
2) Phytoervas - Hidratante corporal Pele extrasseca. Contém óleos e manteigas vegetais.
3) Cativa Natureza - Manteiga Corporal de Pracaxi (vende na loja virtual)
5) Shea Radiance - Chocolate Truffle Whipped Shea Butter (vende no iherb)
6) Copra - Óleo de Coco (vende no Mundo Verde). Ou qualquer óleo de coco. Receita de óleo de coco caseiro aqui.
7) Acquaflora - Hidratante Corporal de Hibisco (vende no Megasalão e perfumarias)
8) Desert Essence - Vanilla Body Lotion (vende no iherb). Possui óleos orgânicos. Tem consistência densa e fragrância suave de chá/baunilha.
9) Multivegetal - Creme para os Pés (vende na loja virtual). Possui aloe vera e manteiga de uccuba.
10 Lush - Silk Stockings (vende no site da Lush). Resenha em breve
11) Arte dos Aromas - Manteiga Hidratante Buriti (vende na Flor de Magnólia). Tem cheiro doce e forte de boneca/chiclete.

Quando estou com pressa uso óleo de amêndoas ou óleo de coco logo após o banho com a pele ainda molhada e retiro um pouco o excesso. Gosto muito também do hidratante da Dessert Organics. Quando tenho mais tempo, uso manteiga de karité pura, que é bem densa e oleosa, concentrando nos cotovelos e joelhos. Além disso, ainda uso nas pernas antes de depilar com lâmina.

Em festas, quando uso saia, short ou regata hidrato braços e pernas com óleo de côco ou o body tint (Silk Stockings) da Lush, que funciona como um iluminador e dá uma corzinha rosada de saúde, para disfarçar o bronzeado de palmito. Contém manteiga de karité e cacau, além de perfuminho de jasmim e rosas. Ele é sólido a temperatura ambiente e, assim como as manteigas vegetais, amolece com o calor da mão e corpo (farei resenha em breve).

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Pincéis de Côncavo - Cerdas Sintéticas


Já falei sobre as inúmeras opções de pincéis veganos aqui. Sou uma grande fã de pincéis de côncavo e confesso que é um pouco mais difícil encontrar pincéis de qualidade para esfumar e marcar o côncavo, principalmente de cerdas sintéticas. Alguns são muito macios, outros muito grandes. E um bom pincel de côncavo é super importante para a maquiagem ficar perfeita. Como diz a Julia Petit: esfumar é viver! Acho legal ter mais de um pincel de côncavo, um para depositar e marcar o côncavo e outro limpo para esfumar. Enfim, vou falar dos que eu tenho aqui e porque gosto ou não deles.

1- Bdellium Tools Green Bambu - 785 Tapered blending


A Bdellium tem 3 ou 4 linhas totalmente sintéticas, com cabo em bambu e de excelente qualidade e bom preço. O 785 é bem macio e um pouco grande demais para não dobrar enquanto esfuma, mas eu gosto muito dele e acho esfuma direitinho. Bom para esfumar com precisão, devido às pontas cônicas e para fazer a cor perder intensidade aos poucos no côncavo. Custa $7.65 dólares no iHerb.

2- Coastal Scents - Classic Blender Crease Brush (linha Synthetic) 


A Coastal Scents mudou de fornecedor e agora as cerdas da linha synthetic são pretas. Não sei se são comparáveis aos antigos. Percebe-se que a qualidade do cabo é sofrível, mas quanto às cerdas, o pincel é maravilhoso e tem sido meu companheiro por mais de 3 anos. Esfuma como um profissional! Tem tamanho ideal e precisão impecável tanto para depositar cor e marcar, como para esfumar. Custa $2.50 dólares no site da Coastal Scents.

3- Bdellium Tools Green Bamboo - 781 Crease


Esse também é um querido. Tem tamanho ideal para depositar cor e marcar o côncavo com precisão. Tem as pontas cônicas, ideais para detalhes. Não é muito macio, por isso não dispensa um pincel mais macio para esfumar.  Ele vem no kit de Smokey Eyes, mas também pode ser comprado separadamente. Custa $4.50 dólares no iherb.

4- Silk Naturals - Bamboo Blending Brush


A Silk Naturals tem alguns pincéis 100% cruelty free. O único da marca que possuo é esse. Tem as pontas cônicas e cerdas compridas. É bom para depositar cor com precisão. Só gostaria que ele fosse um pouquinho menor. Não é o meu preferido, mas quebra galho quando os outros estão sujos. Custa $4.50 e vende no site da marca.

5- Ecotools - Highlight


Apesar de ter sido criado inicialmente com a função de iluminar embaixo das sobrancelhas e no cantinho interno dos olhos, eu uso para esfumar o côncavo devido ao formato pequeno, macio e denso. Uso ele quando a sombra fica mais escura que eu gostaria, já que ele esfuma de forma a perder intensidade. Com certeza é um dos meus preferidos. É vendido no Kit 6 Peace Essentials Eye Set e o kit custa $7.22 dólares no iherb. Vende também em algumas lojas brasileiras.

6- Ecotools - Eye Shading Brush


Esse é outro que tem sido meu companheiro de longa data (mais de 4 anos) e continua inteiro. Tenho 2 iguais: um para aplicar corretivo embaixo dos olhos e esse que uso para esfumar o côncavo, principalmente quando exagero na intensidade. Ele é bem grande e suuuper macio. Não é indicado para quem quer precisão. Legal para fundir 2 cores de forma sutil, não necessariamente no côncavo. Vem no Kit 5 Piece Brush Set que custa $9.22 dólares no iherb.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Tênis de Corrida Veganos


As empresas de calçados esportivos possuem uma variedade de modelos, cores, materiais e formas fazendo com que as opções de tênis de corrida sejam inúmeras. Para a sorte dos animais, a maioria dos tênis de corrida são feitos com material sintético. Os tênis de couro bovino não são indicados para deixar o pé "respirar".

Na hora de comprar, o melhor horário para experimentar um tênis é no final do dia, quando o pé está mais inchado. E nada pior que correr com um tênis apertado e incomodando. Já não bastam as desculpas esfarrapadas que arrumamos para não exercitar: "está frio", "está chovendo", "estou com dor de cabeça" etc. Quem nunca? Para quem quer um incentivo extra para correr, recomendo o blog do maratonista vegano Daniel Meyer.

Dizem que a troca de tênis ideal deve ser realizada no máximo a cada 500 milhas, que é o equivalente a 800 km. Para quem corre em média 5 km, 3 vezes por semana, a troca portanto deve ser feita a cada ano.

Nem todas as marcas aqui citadas produzem todos os tênis em couro sintético. Perguntei apenas sobre os tênis de corrida. Para saber especificamente sobre um modelo de uma marca, aconselho entrar em contato com o SAC da empresa. E para saber exatamente sobre as colas e informações mais completas, recomendo o site em inglês: http://vegan8.me/vegan-athletic-shoes/vegan-athletic-shoes-2015/

Selecionei alguns modelos de tênis em couro sintético, informados pelos SACs. No entanto, os SACs das empresas, tanto nacionais como internacionais, são bem deficientes quanto à informação da cola utilizada, devido à dificuldade de rastrear os fornecedores. Portanto eu não especifiquei se a cola é ou não oriunda de subproduto animal. Se alguém souber se há alguma marca de tênis de corrida com cola vegana, por favor deixe um comentário! Para informações mais completas, recomendo esse link.


Asics
Segundo o SAC (consumer@asicsamerica.com), os tênis de corrida feitos em material sintético são:

UNISEX
D3G0Y.9090 MONTE RUBBER BLACK/BLACK Spring 2013
D3G0Y.0404 MONTE RUBBER YELLOW/YELLOW Spring 2013
D3G0Y.8484 MONTE RUBBER GREEN/GREEN Spring 2013
D327Y.1601 RIO RUNNER DARK GREY/WHITE Spring 2013
D327Y.9001 RIO RUNNER BLACK/WHITE Spring 2013
D328N.0142 RIO RUNNER WHITE/BLUE Spring 2013
D328N.2301 RIO RUNNER RED/WHITE Spring 2013
D302L.9004 CORCOVADO RUNNER BLACK/YELLOW Spring 2013
D302L.4343 CORCOVADO RUNNER ROYAL BLUE/ROYAL BLUE Spring 2013
D302L.2323 CORCOVADO RUNNER RED/RED Spring 2013
D302L.1616 CORCOVADO RUNNER DARK GREY/DARK GREY Spring 2013
HN201.1316 ULTIMATE 81 LIGHT GREY/DARK GREY Spring 2013
HN201.5801 ULTIMATE 81 DARK NAVY/WHITE Spring 2013
HN201.9022 ULTIMATE 81 BLACK/FIERY RED Spring 2013
HN201.1690 ULTIMATE 81 GREY/BLACK/LIME Spring 2013
D2D1N.9001 SAKURADA BLACK/WHITE Spring 2013
D2D1N.4101 SAKURADA AZURE BLUE/WHITE Spring 2013
D2D1N.0142 SAKURADA WHITE/NAVY Spring 2013
D3K0N.4201 MEXICO 66 SLIP-ON BLUE/WHITE Spring 2013
D3K0N.2311 MEXICO 66 SLIP-ON RED/GREY Spring 2013
D3K0N.1190 MEXICO 66 SLIP-ON GREY/BLACK Spring 2013
D3K0N.1650 MEXICO 66 SLIP-ON BIRCH/NAVY Spring 2013
D300L.0190 MEXICO 66 ZIP GREY/BLACK Spring 2013
D342N.4202 MEXICO 66 PARATAY BLUE CHAMBRAY/NATURAL Spring 2013
D342N.9002 MEXICO 66 PARATAY BLACK/CHAMBRAY/NATURAL Spring 2013
D342N.0250 MEXICO 66 PARATAY NATURAL/NAVY Spring 2013
WOMENS
D377Y.4201 RIO RUNNER BLUE/WHITE Spring 2013
D377Y.5025 RIO RUNNER NAVY/MAGENTA Spring 2013
D378N.0178 RIO RUNNER WHITE/BISCAY GREEN Spring 2013
D378N.9035 RIO RUNNER BLACK/LAVENDER Spring 2013
HN567.3001 ULTIMATE 81 NEON ORANGE/WHITE Spring 2013
HN567.8901 ULTIMATE 81 LIGHT PINK/HOT BERRY Spring 2013
HN567.8901 ULTIMATE 81 NEON YELLOW/WHITE Spring 2013
HN567.9035 ULTIMATE 81 BLACK/LAVENDER Spring 2013
D2P7N.1120 SAKURADA GREY/NEON PINK Spring 2013
D2P7N.9001 SAKURADA BLACK/WHITE Spring 2013
D3K5N.1301 MEXICO 66 SLIP-ON LIGHT GREY/WHITE Spring 2013
D3K5N.6501 MEXICO 66 SLIP-ON LIGHT PINK/WHITE Spring 2013
D391N.0178 MEXICO 66 ZIP WHITE/BISCAY GREEN Spring 2013
D393N.3502 MEXICO 66 PARATAY LAVENDURA/NATURAL Spring 2013
D393N.0402 MEXICO 66 PARATAY YELLOW/NATURAL Spring 2013
D393N.0101 MEXICO 66 PARATAY WHITE/WHITE Spring 2013″



Mizuno
Segundo o SAC, todos os tênis de corrida são feitos em material sintético e as colas não contém insumos de origem animal, apesar de outros modelos (futebol e basebol) possuírem material em couro.

“Thank you for contacting Mizuno USA. Our running shoe factories have informed us that they are vegan friendly. This means that we use vegan friendly dyes, do not animal products in our adhesives or dyes, and use all synthetic overlays and stitching.” 

“I do not have the specifics of the materials used in our baseball and soccer boots as they are made in different factories. I know some models use real leather, as that is part of the sport, but not all models. If you want more information on soccer or baseball products, I would need to send you to the Diamond department.”




New Balance
Segundo o FAQ do site, esses são os tênis de corrida femininos feitos de couro sintético:
Women's Running & Outdoor:
WO10, WT10, WT20, WR1012MC, W1540, W1260, WR860, WR890, W587WB, WR1080, WR817MC, WR840, WR940, WR1400, WT814, W1260, WR1140, WR880, WR580, WT573, WR1770, W498WND, WT876, WR870, WT626, WR650, WT915, W690, W790, WT101, WR1190, WR770, WT461, W780, WR1906


Olympikus
Segundo o SAC (http://www.olympikus.com.br/site/#/contato/sac), todos os tênis de corrida são feitos em material sintético.





Vibram FiveFingers
(Vende na Centauro e Netshoes)
De acordo com o FAQ do site, alguns modelos são veganos e estão especificados os materiais nas páginas de cada modelo.

Are Vibram FiveFingers a good choice for vegans?
Yes! Currently, we have many styles and colors made from vegan-friendly materials. Please refer to the "specifications" section on the product pages for a description of the materials used in each model.