sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Sombras da Silk Naturals



Uma das marcas de maquiagem mineral mais legais que eu conheço é a Silk Naturals. Gostei de praticamente tudo que eu comprei até hoje. Para quem gosta de maquiagem mineral, pode se jogar na marca que não irá se arrepender. A única coisa chata é que não é uma marca 100% vegana. E também fazem cores de edição limitada. Um saco isso!

As sombras são muito pigmentadas e fáceis de aplicar e esfumar. Algumas tem brilho com partículas, outras são metálicas e outras tem acabamento matte. Um lance que chama muito atenção da marca é que algumas cores são inspiradas em sombras de marcas famosas. Por exemplo: as 2 paletas Naked da Urban Decay foram todas "clonadas" pela Silk Naturals e criadas cores bem parecidas. O mesmo acontece com os batons, muitos são inspirados nos da MAC, por exemplo. A vantagem é que os ingredientes são bem menos cabulosos e o preço é mais amigo. Na descrição dos produtos, deixam claro a composição e quando é ou não vegano.

Cada sombra custa US$4 dólares e vem 3/4 de colher de chá. A cada US$10 dólares em compras no site, eles dão uma amostra de sombra que vem num potinho de 3g.

As cores de sombras que eu tenho da marca são essas a seguir (amostras feitas sem primer!)

Moon Glow - Linen - Nymph - Nekkid - Homecoming Queen - Burnished



Beach Bum Multi Purpose Trio (Vegan): pode ser usado como sombra ou blush

* Nymph (contém seda):
MAC Vex clone
* Nekkid (contém carmine): MAC Naked Lunch clone



- Homecoming Queen na pálpebra e no cantinho interno
- Nekkid no côncavo
- Burnished no canto externo
- Linen embaixo da sobrancelha
- Blush rosa do trio Beach Bum

- Batom Wet n Wild 902 Bare it All (Vegan)


quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Suplementos veganos de proteína isolada


Quem faz musculação e pretende ganhar massa muscular ou só quer dar uma "proteinada" na alimentação, os suplementos de proteína isolada são ótimos aliados. Primeiro porque não contém nada de gordura (ou quase nada) e depois porque são ricos em proteína e dão efeito de saciedade, auxiliando na perda de gordura. Mais do que apenas um ingrediente para um shake protéico a proteína isolada pode ser usada em diversas receitas para produzir alimentos ricos em proteína e com pouca gordura como em vitaminas de frutas, receitas de bolo, barras de cereais caseiras etc.

A soja é uma proteína completa com todos os aminoácidos essenciais e de alta qualidade e digestibilidade. Normalmente a proteína isolada de soja contém de 80 a 90% de proteína pura, apresentando vários sabores e um consumo agradável.

Para medir a qualidade de uma proteína, foi feita uma metodologia científica recomendado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e Organização Mundial de Saúde (WHO). O método de pontuação de aminoácido corrigido pela digestibilidade da proteína (PDCAAS) comprova a qualidade da proteína. A metodologia do PDCAAS observa três diferentes parâmetros: a quantidade de aminoácidos essenciais que a proteína contém, a facilidade com que esta proteína pode ser digerida e, por último, levando estes dois parâmetros em conta, se a proteína atende às necessidades de aminoácidos estabelecidas pela FAO/WHO para crianças de 2 a 5 anos, já que, nesta faixa etária, elas têm necessidades maiores para apoiar o crescimento e o desenvolvimento do que adultos. O valor máximo estabelecido por esse padrão é 1.0. Assim, toda proteína que alcançar este valor é considerada completa para humanos. A proteína isolada de soja, junto com a caseína e a proteína do ovo, marcou 1.0, enquanto a carne vermelha de vaca marcou somente 0.92.

Outra boa notícia é que a proteína isolada de soja de mais alta qualidade pode custar a metade do preço das concorrentes (Whey etc).

Existem outras proteínas isoladas de vegetais além da soja, como arroz, ervilha e cânhamo. O perfil de aminoácidos é bastante completo.

Esses são alguns exemplos de suplemento que eu e meu namorado já usamos ou que já ouvi falar bem:



1) DNA - Soy Protein: Apesar de muita gente não gostar, eu adoro! Acho o gosto do de chocolate e baunilha bons. Contém 15g de proteína para cada 25g de produto, além de várias vitaminas. Dá pra comprar no site do Guia Vegano e em lojas de nutrição esportiva.

2) Integral Médica - Super Proteinato de Cálcio: 90% de proteína. Eu não sou fã, mas meu namorado adora o gosto. É solúvel em água, mas não é muito solúvel em leite de soja e por isso tem que agitar ou se quiser, bater no liquidificador. Tem várias vitaminas. Encontrado no site do Madrugão Suplementos e lojas de nutrição esportiva. Este possui selo vegan! Obs: nem todo Proteinato de Cálcio é vegano. 

3) Integral Médica - Proteinato de Cálcio: 88% de proteína. Similar ao de 90% de proteína da mesma marca. Tem várias vitaminas. Encontrado no site do Madrugão Suplementos e lojas de nutrição esportiva.

4) Universal Nutrition - Soy Pro: Marca famosa e conceituada. Contém 27g de proteína em 33g de produto. Vende no site Corpo Perfeito e lojas de nutrição esportiva..

5) Twinlab - Vege Fuel: Contém 30g de proteína para 36g de produto e dissolve em água sem ter que ficar batendo no liquidificador ou agitando. Excelente custo-benefício. Soja não transgênica. Vende no iHerb e no Health Designs.

6) Jarrow Formulas - Iso-Rich Soy: Gosto bastante do gosto. Contém 25g de proteína em 31g de produto. Tem também ótimo custo-benefício, dissolve bem e tem gosto não muito amargo. Soja não transgênica. Vende no iHerb e no Health Designs.

7) Optimum Nutrition - 100% Soy Protein: É uma das mais famosas e com um perfil de aminoácidos muito completo. Eu acho o gosto do de baunilha ok, nem muito bom, nem ruim. O de chocolate é um pouco melhor. Contém 25g de proteína para cada 31,5g de produto. O preço é bem alto. Vende no Corpo Ideal, Madrugão e lojas de nutrição esportiva.

8) Proteína Isolada de Soja 90% a granel: para quem mora em São Paulo, dá pra comprar a granel nas lojas Zona Cerealista, Cerealista Helena e Saron. Vende online no site da Zona Cerealista e no site Ciadonatural e entrega para todo o Brasil. O preço é amigo e o gosto é MUITO amargo. 

9) NutriBiotics - Rice Protein: quem não pode consumir soja por algum motivo (alergia, gosto etc) pode comprar proteína isolada de arroz com 80% de proteína. Vende no iHerb
Tem também proteína de ervilha (Pea) e de canhamo (Hemp).

10) Growth - Proteína isaolada da soja 90%. Vende aqui.

11) Naturalscience - Max Rice Protein: cerca de 80% de proteína e feita de arroz não transgênico. Possui vários sabores e inclusive uma orgânica. O gosto é mais agradável e suave que a PIS. Ótimo perfil de aminoácidos. Contém várias vitaminas. Vende aqui.

12) Sunwarrior - Raw vegan protein. Hipoalérgico. Proteína de arroz orgânico e crudívoro. Vende aqui e aqui.

13) Schraiber - Proteína isolada de soja com sabor. Vende aqui

14) Mednutrition - 4 Veget: Proteína composta por 4 vegetais - soja, trigo, ervilha e arroz.Vende aqui.

....

Só um aviso aos desavisados: qualquer texto ou corrente de e-mail que receber com informações tentando demonizar a soja, tenha em mente que nada de mal foi comprovado cientificamente. Sempre verifique as fontes antes de acreditar em tudo que lê. Internet é igual a papel: aceita tudo.

ATUALIZAÇÃO sobre a soja:  http://belezavegan.blogspot.com.br/2013/09/soja-nao-acredite-em-tudo-que-le.html

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Bases Minerais da Lucy Minerals


Aproveitei que no final do ano passado a Lucy Minerals fez uma mega promoção e me joguei nos produtos da marca. Foram 4 bases minerais (com 10g de produto cada), 1 lip balm de ambrosia e 4 sombras por US$44 dólares e frete grátis pro Brasil. Melhor que isso, impossível. A marca costuma fazer promoções como essa de vez em quando.

Conheci a marca através de resenhas das bases internet afora. A pontuação no Makeupalley estava ao redor de 4.2 em 5 e me interessei pelos comentários positivos. Antes de comprar em tamanho full size, recomendo comprar amostras. Já tinha feito um pedido com amostrinhas de várias cores de base por US$2.50 dólares a amostra e gostei demais da qualidade.

A marca não é vegana, mas alguns produtos são.



Como tenho pele mega oleosa, procurei as formulações adequadas e escolhi 3 bases com as fórmulas OCC (Oil Control Foundation with Calcium Carbonate) e OCS (Oil Control Foundation with Silica). Pedi também uma Lucy Light (sem nenhum aditivo para quem costuma ter alergia) para experimentar. Dizem que tem exatamente a mesma textura e acabamento, mas eu ainda não tenho tanta certeza assim.

A composição das bases minerais da Lucy Minerals são:

- Lucy Light: zinc oxide, titanium dioxide, mica, magnesium stearate, iron oxides
- OCC: zinc oxide, titanium dioxide, mica, magnesium stearate, calcium carbonate, iron oxides, allantoin, Apple Poly® polyphenols,trans-resveratrol, green coffee bean extract,magnesium ascorbyl phosphate.
- OCS: zinc oxide, titanium dioxide, mica, magnesium stearate, silica dioxide, iron oxides, allantoin, Apple Poly® polyphenols, trans-resveratrol, green coffee bean extract,magnesium ascorbyl phosphate.


Bases full size e tamanho amostra

As cores que eu tenho são: Golden Medium (OCC), Creamy Bisque (OCC) e Creamy Bisque (OCS) em amostra, Creamy Olive (OCC) em amotra, Shell Beige (OCC), Medium (Lucy Light). A cor Creamy Olive não rolou pra mim.




A variedade de cores é boa, vai desde branco neve até a cor cacau com subtons rosados, neutros e amarelados. O nome das cores não condiz com a realidade porque as cores são muito mais claras. Infelizmente, não acho que há cores de bases adequadas para peles negras.

Comparações no rosto sem nada e com as bases:





Como toda base mineral em pó solto, é preciso paciência para acostumar com a textura e adaptar um modo de aplicação que fique mais legal na pele. Já falei sobre aplicação de bases minerais aqui. As da LM são  fáceis de aplicar e conseguir uma cobertura boa, mas se não tomar cuidado, pode não ficar totalmente uniforme em certas áreas do rosto, como nariz e linha do cabelo. Tem que espalhar!

O quesito duração é bom, não tenho do que reclamar. Não oxida e dura umas boas 6-7 horas. O acabamento é um dos mais bonitos que já vi em termos de base mineral. Fica muito natural na pele e a textura na pele é bem cremosa. Cobre bem, diria que é uma base de cobertura média a alta.

O problema é que eu tenho uma pele super oleosa e a base não segura muito bem sozinha a oleosidade, principalmente quando o clima é úmido e quente. Na hora que eu aplico, fica com aparência bem sequinha, mas tem que passar pó finalizador pra ajudar no controle da oleosidade. Não chega a ser um desastre, mas depois de algumas horas, a zona T começa a apresentar certo brilho.

No geral eu recomendo essa base, principalmente para quem tem pele mista a normal.

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Couro, Couro Sintético e Couro Ecológico



Como todos sabem, o couro é a pele de um animal tratada quimicamente. Apesar de ser um material forte e resistente há questões éticas e ambientais envolvidas no uso do couro, como a matança de animais e a poluição causada pelos resíduos químicos usados para tratar o couro (muitas vezes eles são nocivos ao meio ambiente).

Antigamente o couro tinha como finalidade proteger contra o frio. Hoje o couro legítimo é tido como uma matéria prima de boa qualidade, durabilidade e por isso, é considerado um produto nobre. As pessoas compram produtos feitos de couro por um motivo "nobre", por acreditarem indubitavelmente serem de melhor qualidade. Além de tudo, muitas pessoas pensam que se o animal foi morto de qualquer forma para que sua carne fosse consumida, que seu couro também fosse aproveitado.

No entanto, cerca de 20% do preço de um bovino se deve ao couro. Ou seja, apesar de ser considerado um subproduto, o couro rende bastante aos pecuaristas. Não adianta dizer "ah, mas isso é subproduto daquilo, então vou comprar". Se for assim, vegetarianos poderiam comprar salsicha e mortadela, que são subprodutos da indústria da carne. Ninguém mata o boi pra pegar os testículos, o cérebro e os ossos. Isso é o resto, o subproduto. O objetivo ao se matar um boi é pegar a picanha, o filé mignon... salsicha é subproduto, então não há problema em comer? Picanha maturada custa R$50/kg (ou mais), salsicha de miúdos custa, sei lá, R$3,50/kg. Se o produto principal não justifica, o subproduto também não.

A cada vez que damos dinheiro a pecuaristas e pessoas que lucram explorando animais, estamos incentivando e patrocinando esse ciclo de que animais devem ser considerados matéria-prima. O problema está em relacionar um animal senciente a um produto. Produtos de origem animal são anti-éticos e não há salvação quanto a isso. Se não usamos cadáveres de pessoas e cães alegando argumentos de sustentabilidade ("já que vai pro lixo mesmo...", por que usar o couro de outros animais deveria ser correto?

Pense que a carne pode ser subproduto do couro! Há um documentário produzido pela PETA sobre bovinos na Índia sendo criados especialmente para virarem couro de grifes famosas. Esses bovinos eram muito maltratados porque não podiam ter nenhum arranhãozinho para não atrapalhar o couro, por isso ficavam confinados durante TODA uma vida. É ilusão achar que todos na Índia respeitam as vacas. Também pudera, tem marca que cobra US$2000 dólares por uma bolsa! Não existe picanha que seja mais lucrativa que essas bolsas e sapatos de grife. Mesmo as marcas brasileiras, algumas vendem sapatos acima de 500 reais. Se colocarmos na balança, produzir sapatos pode ser mais lucrativo que carne, então quem é subproduto de quem? Recomendo a leitura: http://www.theguardian.com/lifeandstyle/2008/aug/27/ethicalfashion.leather

Quanto à questão ambiental, o processo de fabricação do couro consiste em transformar peles descartadas pelos frigoríficos em “tecido” para roupas, móveis e outros itens. Neste processo, toneladas de litros de agentes químicos e corrosivos são utilizados - são mais de 90 produtos usados na indústria do couro (como o Cromo III) e, quase sempre, vão parar no meio ambiente sem qualquer cuidado com o descarte, muitas vezes depositado em aterros sanitários, esse material com potencial tóxico se decompõe e contamina o meio ambiente. Tem muito curtume descumprindo as regras e lançando os restos tóxicos diretamente no curso d’água. Isso sem o contar impacto ambiental, a cadeia produtiva como um todo, e não apenas o produto final. Tem que colocar na balança o combustível do transporte, as florestas desmatadas para pasto, a quantidade de água potável usada e a poluição toda gerada durante o processo.

Como o couro sintético evoluiu muito ao longo dos últimos anos, ele praticamente perdeu aquela característica de material de plástico, como era no passado. Quando se fala em sintético ainda existem consumidores que tem ideia de que é um material de plástico e pouco resistente. Felizmente o avanço da tecnologia proporcionou o desenvolvimento de materiais alternativos equivalentes ao couro natural bovino, possuindo em alguns deles, vantagens em relação ao couro. Não tem mais essa de que couro sintético é necessariamente sinônimo de porcaria. 

Dentre os materiais alternativos, o couro sintético pode ser feito de:

- O polietileno tereftalato, conhecido pela sigla PET, é uma resina de polímero termoplástico da família do poliéster e é usado em fibras artificiais. Como é um produto que pode ser reciclado mais de uma vez é, sem dúvida, uma opção mais ecológica do que o couro. O poliéster é usado em vários produtos como roupa de cama, almofadas, tapetes, entre outros.

- O poliuretano, com a sigla PU, tem sido amplamente usado em bolsas, jaquetas, sapatos, tênis etc por seu custo ser baixo. Oferece melhor aparência nas texturas (mais semelhante ao couro natural) e excelente qualidade. São muito resistentes ao ressecamento mantendo-se macio e agradável por muito tempo. São mais fáceis de serem tingidas. O descarte no ambiente pode ser prejudicial à natureza.

- Látex, um tipo de couro vegetal obtido através do látex da Amazônia. Ele começou a ser produzido a partir de projetos sociais de sustentabilidade. Começaram então a produzir pastas, bolsas e sapatos a partir desse material que se parece com o couro e possui ótima qualidade.

- PVC, Nylon etc.

O termo "couro ecológico" é usado muitas vezes erroneamente. A diferença entre o couro ecológico e o couro bovino, está no processo de curtimento: em vez de se usar metais pesados, em especial o cromo, para o couro ecológico são utilizadas substâncias alternativas, como os taninos vegetais. Portanto, o couro ecológico é um couro animal cujo curtimento é isento de aditivos poluentes ao meio ambiente e nocivos ao ser humano. Por conta disso, seu custo, como é de se imaginar, é maior do que o couro tradicional e não deixa de ser anti-ético.

Sim, a indústria de polímeros também é poluente. Couro sintético feito de polímeros não é o mocinho do ponto de vista ambiental, mas é o mocinho do ponto de vista ético. Em relação às questões ambientais, nós não sabemos ainda a real dimensão dos estragos que cada um causa, por isso é difícil fazer uma comparação quantitativa. De qualquer forma, quando a ética entra em conflito com questões ambientais, a ética prevalece. Se não matamos idosos ou cães de rua, não o fazemos unicamente por questões éticas. O correto, do ponto de vista ambiental, seria matá-los, já que gastam muitos recursos e não deixam de poluir.

Quanto ao couro de peixe, a ciência nos mostra que os peixes são tão sensíveis e inteligentes como mamíferos. Peixes sentem dor e a pesca comercial tem ainda menos proteção do bem estar do que o abate de mamíferos. Eles são asfixiados muito lentamente e alguns pescadores ainda podem utilizar carne de botos ou outros animais como isca. Os peixes têm fortes conexões sociais e possuem vínculo com seus semelhantes. Para alguns, esse tipo de couro pode servir como uma intenção de encontrar alternativas para a indústria que é altamente prejudicial ao meio ambiente. Penso que deveríamos tentar modificar nossas atitudes rumo à uma sociedade cujo consumo e desejos não tem prioridade sobre o bem-estar e o direito dos animais.

Dessa forma, a dica para quem deseja consumir produtos sem couro é: leia sempre as etiquetas que constam a composição, mande e-mails aos SACs das empresas e questione a procedência do material. Dificilmente teremos certeza de que um material é totalmente sintético só de olhar ou perguntando para o vendedor, que geralmente não sabe responder.

Obs: Em inglês alguns dos termos usados para designar material sintético são: "All man made materials", Synthetic, PU, Faux Leather, Fake Leather etc.


Cito abaixo algumas marcas brasileiras que trabalham apenas com material sintético, ou seja, não utilizam couro de animal em seus produtos:


- Azaleia (sapatos)

- Ahimsa (calçados, bolsas e carteiras)

- Bebecê (sapatos)

- Beira Rio (sapatos) 

- Betty Boop (bolsas)

- Canna (bolsas e acessórios)

- Chenson (bolsas)

- Crysalis (sapatos)

- Di Cristalli (sapatos)

- Eco Vegan's (bolsas e sapatos)

- Firezzi (sapatos)

- Insecta (calçados)

- Ibizza (sapatos)

- King55 (roupas, cintos bolsas e sapatos)

- La Loba (bolsas)

- Luciana Gimenez (sapatos e bolsas)

- Melissa (sapatos) -
atualização: apesar de não usar couro, pertence à Grendene, empresa de pecuaristas.

- Miucha (sapatos)

- Moleca (sapatos)

- Natureza (bolsas e sapatos)

- Nômade (somente as linhas Titã, Azimut Pro e X-Pro de botas)

- Petite Jolie (sapatos)

- Picadilly (sapatos)

- Pucca (bolsas)

- Puro no Brasil (bolsas e calçados)

- Queens (bolsas)

- Santi Martin (bolsas e acessórios)

- Será o Benedito (bolsas, sapatos e acessórios)

- Vegano Shoes (calçados e acessórios femininos e masculinos) 

- Vizzano (sapatos)

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Tutorial: Carnaval com Glitter e Esfumado


Carnaval tá quase aí e eu fiquei inspirada em fazer uma make com glitter dourado e um fundo bem escuro e esfumado. Por enquanto ainda não estou no humor pra makes coloridassas, acho que o glitter por si só já dá um ar de carnaval e a make não é nem um pouco complicada. A minha câmera não conseguiu capturar bem o brilho e as "faíscas" do glitter, mas todo mundo sabe como fica brilhante com o glitter por cima.
Vamos ao tutorial:






Produtos usados:

Olhos
- Mineral Eye Primer E.l.f
- Lápis preto Duda Molinos
- Sombra Sultry e Mystique da Cheeky Cosmetics
- Sombra Homecoming Queen da Silk Naturals
- Sombra Ooh & Aah Black da Too Faced
- Pixie Epoxy da Fyrinnae
- Glitter Brass da The Body Needs (Substituto: NYX Gold Glitter)

Rosto
Base mineral Golden Medium da Lucy Minerals
Corretivo Concealer in a Jar da NYX cor Beige
Blush e Bronzer E.l.f Duo Blush & Contouring Palette

Boca
Batom Bloom da Silk Naturals
Luscious Liquid Lipstick cor Baby Lips da E.l.f

Dica: Caso caia glitter no rosto, é só enrolar uma fita adesiva no dedo e pressionar contra a pele. 

Compras na Doctor Sweet Tooth



Estava procurando fragâncias marcantes na internet e me deparei com a empresa americana artesanal Doctor Sweet Tooth no Etsy. A marca não é 100% vegana, mas grande parte dos produtos são. Os perfumes sólidos e os lip balms contém cera de abelha, por exemplo Os produtos são produzidos e embalados conforme são encomendados. A qualidade dos ingredientes é muito boa e alguns produtos são 100% naturais. Os ingredientes vão desde óleo essencial a fragrância sintética.

Dá pra comprar pelo site da marca, pelo site etsy ou pelo ebay. O valor do frete é razoável e entregam pro Brasil.

Dentre os produtos que eu achei mais interessantes foram: hidratante e manteiga corporais, os perfumes  óleo roll on, sólido e body splash. O body splash é mais fraquinho e pode ser usado para o corpo e cabelo. Tem shampoo (líquido e seco), esfoliante, sabonete, difusor de ambiente, pó desodorante corporal e uma linha pet específica para cães.

Uma coisa legal é que no site tem uma lista com a descrição de cada fragrância e muitas delas são contra-tipos "inspiradas" em marcas famosas, como Victoria's Secret, Dior, DKNY, Aquolina etc. Por exemplo:

- Amber Amore (VS Type) - the intriguing aroma of sensual amber blended with creamy vanilla, and a hint of musk!
- Be Delious (Type) - the fresh aroma of crisp cucumber, sprarkling grapefruit and magnolia. At the heart of this fragrance is a blend of tuberose, rose, violet, white muguet, and green apple. It is Finished off with white amber and woods.
- Chocolate Amber (BBW Type) - rich undertones of musk are sweetened mixed with amber, cocoa & vanilla.

Resolvi comprar uns hidratantes e perfuminhos pra ver de qualé e eu fiquei apaixonada pelas fragrâncias. Algumas são uma delícia, dessas de não conseguir parar de cheirar o braço. Mas tem outras que não gostei tanto e umas que odiei! Recebi umas amostras grátis, o que ajuda a escolher um pouco a próxima compra. Uma de Patchouli e outra de Birthday Cake (dá vontade de comer!).


Os Body Splash: comprei o Pink Candy e o Jasmine Vanilla. Custaram $12.75 dólares por 120 ml (rende pacas). O Pink Candy é um best seller da marca, por ser uma versão do Pink Sugar da Aquolina. Super docinho, sem ser enjoativo, achei uma delícia, bem menininha, uma mistura de baunilha com algodão doce. Muito marcante! Já o Jasmine Vanilla é mais suave e feminino por causa do jasmim, me lembrou perfume de mãe, por ser bem floral. Gostei muito dos 2. A duração na minha pele é de mais de 5 horas. Os ingredientes: Organic Aloe Juice, Witch Hazel, Fragrance, Phenoxyethanol, Organic Black Willowbark Extract, Tea Tree Essential Oil, Polysorbate 20, Edta, Citric Acid.

Body Lotion: comprei o Pink Coconut, Fantasies e Cherry Divinity. O Pink Coconut é sensacional! Cheiro de côco com baunilha e algodão doce, de uma forma que não poderia ser melhor. O Fantasies é inspirado no perfume da Britney Spears e a fragrância é gostosinha, bem docinho com cheiro de lichia, cupcake, kiwi, chocolate branco e jasmim. Já o Cherry Divinity foi decepcionante. É vomitante. É muito sintético. Odiei! Custa $12.75 dólares o de 120 ml. A duração na pele também é muito boa.

Comprei também um kit de 4 perfumes em óleo pra levar na bolsa, tamanho mini (5 ml) por $13.75 dólares.
Ingredientes: Sweet Almond Oil, Jojoba Oil, Fragrance Oil. O Cherie Cherie é cópia do Miss Cherie da Dior, super parecido, mas não sou fã de cheiro de tangerina, pipoca caramelizada etc. O outro do kit que eu escolhi foi o Moon Shimmer, mais cítrico, lembrou um body mist azul da VS que eu tive há muito tempo, o Forbidden Fantasy, muito bom. O Coconut Lime Verbena é maravilhoso. É bem cheiro de verão tropical. O Princess é um perfume docinho floral amadeirado bem "menininha". Não é enjoativo. Foi inspirado no perfume da Vera Wang.

O Poison Apple e Blue Pastel foi o que eu escolhi em tamanho de 30 ml de Body Splash. Custam $9.25 dólares. O Poison Apple tem cheiro de canela e maçã, vai ser ótimo como perfume de ambiente no inverno! No corpo não rola! O Blue Pastel é inspirado no Light Blue (D&C), bem cítrico, parece perfume de homem (lembra um que meu pai usa, o Chrome da Azzaro, mas bem mais suave), mas me dá um pouco de dor de cabeça.

E por último, os perfumes em óleo de spray, os Silky Dry Oil Perfume. O Flower Bloom (inspirado no Flower Bomb) é floral até não poder mais.. orquídia, rosa, jasmim etc. Bem perfume de mãe também hehe. O Deelish! é tipo o Be Delicious de maçã verde, mas não achei que parece tanto. Não gostei muito do fato de serem oleosos, principalmente pra usar na nuca e encostar no cabelo. Custam $10.50 dólares por 30 ml. Ingredientes: Cyclomethicone, Jojoba Oil, Fragrance, Vitamin E.

Futuramente penso em comprar o shampoo em pó (a seco) e um desodorante corporal em pó .


Perfume é uma coisa incrível, não é? Você sente um cheiro específico que te faz lembrar de situações vividas a anos atrás!! O cérebro consegue associar um cheiro a lembranças do passado.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

Desodorantes Veganos

Hoje resolvi mostrar alguns desodorantes veganos vendidos em terras brasileiras. Alguns são naturais, outros são antitranspirantes. Tem pra todos os gostos e bolsos!



#1 - Cativa Natureza Roll on: Desodorante orgânico sem alumínio, livre de parabenos, liberadores de formol, corantes sintéticos e fragrâncias sintéticas, conservantes sintéticos e sulfatos. Dá pra comprar pelo site da marca.

#2 - Livealoe Natural Aloe Vera: livre de parabenos, liberadores de formol, sais de alumínio, fragrâncias e corantes sintéticos. O controle do suor e do odor são proporcionados devido às propriedades das plantas utilizadas. Graças ao gel de Aloe vera e à resina de copaíba, o produto evita a aparição de foliculites (inflamação dos folículos dos pelos), e também tem uma potente ação adstringente que regula a transpiração. Vende no site Vitapura e Ares do Cerrado.

#3 - Alva Kristal Intensivo Spray: O cristal altamente puro de alúmen de potássio garante grande compatibilidade com a pele e impede por até 24 horas a proliferação de bactérias que geram odores. Contém extrato de Aloe Vera, água de rosas e água de hamamélis acalmam a pele sensível sob as axilas. Sem álcool. Vende no site da marca, Flor de MagnóliaVitapura.

#4 - Pedra Hume: É um cristal de alúmen de potássio, um mineral ativo dos desodorantes. Totalmente natural e eficaz. Basta umedecer a pedra e aplicar nas axilas. Vende em farmácias

#5 - Alva For Him: Linha masculina da Alva. Com longa duração de 24 horas evitando e controla o aparecimento de bactérias formadoras do mau odor. Extrato de aloe vera e confrei auxiliam na pele sensível.
Vende no site da Alva, Flor de Magnólia, Vitapura.

#6 - Giovanna Baby: Desodorante antitranspirante com versões em aerosol e roll on, feminina e masculina. Vende em perfumarias e farmácias.

#7 - Phytoervas Paris: Desodorante em creme antitranspirante. Vende em farmácias e perfumarias e sites como o She's.

#8 - Phytoervas Powder Oxygen: Desodorante 24h com várias versões de perfume, em roll on e aerosol, tanto nas versões masculinas e femininas. Farmácias e perfumarias.

#9 - Granado: Desodorante antitranspirante em vários perfumes, masculinos e femininos. Vende na loja da Granado, em farmácias e perfumarias e na Beleza do Campo.

#10 - Phebo: Também possui uma gama grande de perfumes, nas versões aerosol, squeeze e roll on. Dá pra comprar em famácias, perfumarias e na loja virtual da Phebo e e Beleza do Campo.

#11 - Alva Daily Care Roll on: Desodorante natural, sem alumínio. Proteção 24h. Possui perfumes de baunilha/laranja, coco/limão e exótico. Vende no site da Alva e Flor de Magnólia. Resenha aqui.

#12 - Crystal Fresh: é um desodorante mineral antisséptico. A pedra hume gera um ambiente alcalino impróprio para as bactérias causadoras dos odores, permite a pele respirar e não é absorvido pela derme e pode ser utilizado por pessoas hipersensíveis ou alérgicas. Um desodorante que não faz mal à saúde, e com baixos impactos no ambiente. Livre de química e aromas. Pode ser usado todos os dias, sem oferecer risco à saúde e ainda dura cerca de um ano. Vende na Arte Vegan e na Morada da Floresta. Resenha aqui.

#13 - Weleda Salvia: Eficaz, com ervas aromáticas. Fragrância refrescante de efeito duradouro. À base de ervas aromáticas como Sálvia, Tomilho e Rosmarinus. Fórmula com ingredientes naturais e sem hidróxido de alumínio. Vende no iherb e na loja da Weleda.


* *Mais opções de desodorante vendidos fora do Brasil, veja esseesse e esse link, onde a Fabiana do Escolha Vegan Csometicos resenha cada desodorante usado.

.........

*** Os desodorantes são produtos que podem causar alergias de contato em pessoas mais sensíveis e propensas a alergias. É sempre importante verificar o ingrediente que causa alergia e evitá-lo. Geralmente os SACs das empresas informam a composição dos produtos quando questionados por e-mail.


Obs: Até pouco tempo atrás, a Nivea e a Avon eram opções válidas, já que são marcas presentes em qualquer estabelecimento de esquina e de fácil ace$$o. Ambas as marcas começaram a comercializar na China (logo, financiam testes por lá) e pra não levantar polêmica eu coloquei várias outras opções.

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Dicas de Aplicação de Maquiagem Mineral


Muita gente desiste de usar maquiagem mineral por causa da bagunça gerada pelo processo e pela dificuldade de aplicar. Pessoalmente acho que a qualidade da maquiagem mineral vale a pena o esforço extra, principalmente porque tenho a tendência a ter cravos e espinhas, e a maquiagem mineral é ideal para quem tem esse tipo de problema.

Se comprada de marcas independentes e artesanais (as famosas "indie"), a maquiagem mineral tende a ser mais barata que a de marcas conhecidas, mesmo usando os mesmos ingredientes, com a vantagem de ainda poderem ser customizadas pelo cliente (em caso de pele sensível) e com uma gama de cores mais variada e às vezes com a mesma qualidade.


A grande maioria das maquiagens minerais são veganas, podendo conter em apenas algumas marcas e formulações seda, carmim etc. Geralmente a composição básica das bases minerais é: zinc oxide, titanium dioxide, mica, magnesium stearate, iron oxides. Algumas possuem mais aditivos como silica, argila e bismuto (Bismuth Oxychloride). Esse último pode causar alergia em peles mais sensíveis.

A seguir deixo umas dicas legais para quem está começando ou pretende usar maquiagens minerais.

Dica # 1: Não aplique sobre a pele seca

Maquiagem mineral é feita para trabalhar com a presença de oleosidade natural da pele para criar um acabamento e cobertura uniformes. Se a pele estiver seca, a maquiagem irá criar áreas flocadas, ressecadas e não uniformes. A cobertura não será uniforme, já que a maquiagem não terá como deslizar e ser absorvida pela pele. É importante usar um tônico após lavar o rosto, esfoliar e usar um bom hidratante. O uso de um primer facial também é interessante para criar mais aderência e fazer o pó deslizar com mais facilidade.

Dica # 2: Use uma base fixadora de sombras antes de aplicar sombra  

Pigmentos minerais aderem muito melhor nos olhos caso haja um primer cremoso ou fixador de sombras aplicado embaixo. Além do primer é interessante fazer bases cremosas com lápis de olho, sombra cremosa ou mesmo sombra misturada com um fluido siliconado (os mesmos usados em reparadores de pontas). A Lorena do Veganices Femininas explica como fazer uma base de sombras caseira nesse vídeo. Lembre-se que base escura intensifica e escurece a sombra, base clara brilhosa, ilumina e dá dimensão à sombra que for aplicada por cima, dando com isso, várias possibilidades de cores.

Dica # 3: Umedeça o pincel para maior intensidade da cor

Antes de aplicar a sombra mineral, umedeça o pincel ou misture a sombra com umas gotinhas de água na tampinha da sombra até formar uma laminha uniforme. Esse processo garante maior duração e intensidade da cor. Caso queira ainda maior intensidade e maior duração, use também água misturada com glicerina vegetal.

Dica # 4: Use os pincéis de maquiagem específicos para cada aplicação

Para os pigmentos de sombra em pó solto: use um pincel achatado, fino e reto quando aplicar sombra na pálbebra. Esse pincel evita que caia sombra no rosto. Um pincel de corretivo é uma boa. Para o côncavo, use também pincéis sintéticos macios e fofos e sempre retire o excesso de pó antes de aplicar.

Base mineral: se quer somente uma cobertura leve, um kabuki largo irá ajudar a atingir uma pele uniforme (gosto dos kabukis de cerdas redondinhas da EcoTools). Caso queira uma cobertura mais alta, use um pincel denso com cerdas retas e planas (flat top). A Belliz, a E.L.F, a Real Techniques e a Everyday Minerals possuem esse tipo de pincel que funciona muito bem. É imprescindível aplicar como se estivesse polindo ou lustrando a pele com movimentos circulares.

 

Blush/bronzeador: é a aplicação mais difícil. Os blushes minerais tendem a ser os mais pigmentados e só um pouquinho já garante cor intensa. A dica é ir aplicando e construindo a cor de pouquinho em pouquinho. Utilize um pincel grande e fofo, de preferência angular. Para contorno do rosto, prefiro os mais pontudos e finos. Caso tenha exagerado na aplicação, use um kabuki para espalhar a cor.


Dica # 5: Borrife a pele com um fixador de maquiagem, tônico ou água termal sobre a pele para ficar com menos aparência de pó na pele

Caso ache que a maquiagem está com aparência de muito pó (como a de pó de arroz), experimente borrifar de leve um fixador de maquiagem, tônico, hidrolato ou água termal em spray sobre a pele. Isso faz com que a pele fique mais "fresca", natural e viçosa e ajuda a maquiagem durar mais. Durante o dia, reaplique caso veja necessidade de refrescar e renovar o viço ao invés retocar a maquiagem.


Nesse link, a Marina do 2Beauty fez um tutorial bacana de como usar make mineral. Vale a pena conferir.

As marcas de maquiagem mineral que eu já usei, recomendo e que entregam no Brasil são:

- Everyday Minerals (vende no iherb.com que entrega no Brasil)
- Signature Minerals (possuem sistema de amostras grátis)
- Bare Minerals (dá pra comprar na Sephora. Não testa em animais mas pertence à Shiseido)
- E.L.F (dá pra comprar pelo site Beautyjoint.com)

As marcas nacionais que oferecem maquiagem mineral (nunca usei) são:

- Contém 1g (mas os pincéis que vem junto com a base não são sintéticos)
- Bioart

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Ótima Notícia: União Européia Proíbe Testes de Cosméticos em Animais


Depois de muita pressão a União Européia proíbe a importação e a venda de cosméticos e produtos de higiene testados em animais a partir de 11 de março de 2013.

Essa medida inclui as empresas que comercializam e financiam testes em animais na China. Caso a empresa quiser comercializar na China, onde os testes são obrigatórios, não poderá vender em nenhum país da União Européia. Quem sabe essa proibição sirva de lição à China e ao resto do mundo. Aposto que agora a pressão sobre o governo chinês será muito maior.

Os países da União Européia como a França, Inglaterra e Alemanha são um dos maiores consumidores de cosméticos do mundo. Isso significa que as empresas que testam em animais como L'oreal, Lancôme e companhia terão de rever sua cadeia produtiva e parar como os testes se não quiserem perder vendas.

Vamos torcer para que essa proibição entre em vigor na data planejada

Mais informações:
http://www.anda.jor.br/01/02/2013/uniao-europeia-define-a-proibicao-de-testes-de-cosmeticos-em-animais
http://www.peta.org/b/thepetafiles/archive/2013/02/01/pam-says-don-t-delay-animal-testing-ban.aspx?PageIndex=2#comments

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Maquiagem Rock and Roll Burgundy


Achei essa make perfeita para shows de rock. Costumo usar variações de cores desse tipo de maquiagem com olhos bem marcados e com o "vêzinho" externo bem preto. Adoro make preto pra show, mas enjoei de usar só preto ou preto e marrom.

A dica é ter um cotonete (Johnson's não, ok? Uso o da Araujo ou da Belliz) pra ficar sempre limpando e consertando o borrado do canto externo e também para esfumar os cílios inferiores.

Uma opção seria usar um batom do mesmo tom, mas eu achei que ficaria tudo muito vinho então resolvi usar um batom mais cor de boca vermelhinho.

Os produtos usados foram:

Olhos
- Primer Mineral Elf
- Sombra preta com brilhos Too Faced Ooh & Aah Black (no canto externo)
- Potencializador de sombra Pixie Epoxy da Fyrinnae
- Sombra mineral vinho da Coastal Scents cor Auburn Dust Pearl
- Sombra vinho/roxa com brilhos The Body Needs cor All That Glitters (para esfumar o côncavo)
- Sombra marrom Buck da Urban Decay (para esfumar o côncavo)
- Sombra Pure Luxe cor Moon Glow (no cantinho interno)
- Sombra MAC cor Vanilla (abaixo da sobrancelha) (não é mais vegana)
- Mascara Clinique Lash Doubling (não é mais vegana)
- Lápis preto Duda Molinos
- Lápis NYX Duo Highlighter & Brow (sobrancelha)

Boca
- Batom Kisser Slicker da Silk Naturals cor Rare Berry (tem cera de abelha)

Rosto
- Base Alva cor 2-Medium
- Corretivo NYX concealer in a Jar cor Beige
- Pó Alva cor 2-Medium
- Bronzer Too Faced Sun Bunny
- Blush Silk Naturals Lovelace (tem seda)


Up the Irons!