sexta-feira, 4 de março de 2016

3 ideias de marmitas veganas fáceis de fazer

Quem costuma ficar o dia inteiro fora de casa sabe como pode ser difícil encontrar um almoço com muitas opções veganas saudáveis disponíveis. Além disso, é muito mais barato criar o hábito de preparar e levar lanches e marmitas de casa.

Uma das coisas que me ajudou muito foi comprar uma marmiteira elétrica, dessas que aquecem a água. Ao invés de colocar a comida na vasilha de plástico que vem na marmiteira eu prefiro usar uma de vidro porque acho que o gosto e o cheiro ficam muito melhores e são mais fáceis de lavar. Se não tiver uma geladeira disponível, transporte a marmita em bolsas térmicas para evitar que a comida azede e estrague.



1. Salada de macarrão

A grande vantagem da salada de macarrão, além de ser uma delícia, é a praticidade, não precisa aquecer para comer. Para fazer é só cozinhar macarrão, pode ser parafuso ou pene (escolha uma massa sem ovos) e misturar com os legumes que tiver na geladeira. A minha levou macarrão parafuso de arroz (esse é da marca Urbano - massa sem ovos), grão de bico, abacate, tomate, pepino e pimentão. Temperei com limão, azeite, sal, ervas finas e pimenta preta.



2. Sopa estilo missoshiro com bifum

Como o bifum (macarrão de arroz) cozinha apenas em 1 minuto com água quente, é possível levá-lo desidratado, juntamente com outros alimentos secos e temperos, bastando acrescentar água fervente antes de comer. Nesse caso, é preciso usar uma marmiteira para ferver água. O vidro para levar pode ser reaproveitado de óleo de coco ou azeitona. Outra ideia é o pote de vidro com tampa hermético.

Existem várias receitas de sopa instantânea de bifum por aí. Para a minha eu usei bifum, alga nori picada, cenouras, tofu defumado, lascas de gengibre, missô (pasta de soja fermentada), limão e shoyu.



3. Sanduíches

Outra opção super prática é levar sanduíches: pão de forma integral com hommus (pasta de grão de bico, tahine, limão e sal), alface e tofurky. Pode manter em geladeira e comer frio. Também gosto de fazer sanduíches com o presunto vegano da Goshen assado ou com hambúrguer de arroz com feijão. A receita que eu faço no olhômetro é: bater no processador arroz e feijão cozidos, depois mistura com shoyu, temperos e farinha até desgrudar da mão. Modelar em forma de hambúrguer e grelhar na frigideira até dourar. Fica muito bom!



Um comentário:

  1. Levar comida de casa para certas ocasiões é a melhor opção mesmo. Como eu estou no ensino médio, eu estudo alguns dias até tarde e além de não ter quase nenhuma opção pra mim na escola, cada almoço é 30 reais, TRINTA, não vale a pena mesmo, só pra quem come muito. E eu não tenho como colocar a comida na geladeira, mas eu também nunca levei em uma bolsa térmica e minha comida nunca estragou. Claro que depende um pouco do que a pessoa vai levar, mas arroz, macarrão, soja, cenoura, brocolis, alface e até feijão, fica horas dentro da minha mochila e não estraga. Deve ser porque a sala é muito gelada 😂😂

    ResponderExcluir